"Já fui tirar satisfação com uma cantora"

Simone e Simaria deram respostas polêmicas na entrevista deste domingo

Por O Dia

Simone e Simaria
Simone e Simaria - Divulgação

Talentosas, engraçadas, carismáticas, lindas e guerreiras. Simone e Simaria são unanimidade. As irmãs são o retrato do Brasil, duas meninas do interior que tinham o sonho de serem alguma coisa e hoje são as artistas do momento. Elas também não fogem da raia! Para a Coluna deste domingo, decidimos fugir do lugar-comum e fizemos perguntas difíceis, sobre assuntos comentados nos bastidores do meio artístico, mas que elas nunca haviam respondido. Prepare-se.

Simone, você sempre foi namoradeira quando jovem? Já pensou em terminar seu casamento?

Não, nunca pensei nisso. Só peço a Deus que nos dê sabedoria para conduzir o nosso relacionamento, com muito amor e respeito e até que a morte nos separe.

Simaria, o comentário no Nordeste é de que não há relação entre vocês e Solange Almeida e Samyra Show. Por que essa rivalidade?

Não é rivalidade. Isso não. É que existem artistas que temos amizade, afinidade, e outros são colegas de trabalho. Nesse caso, somos colegas de trabalho.

Simaria, os maiores cantores do Brasil estão em um grupo de WhatsApp. Nele, vocês brincam muito, mas também pedem para divulgar novos trabalhos nas redes uns dos outros. É verdade que você ficou chateada e foi tirar satisfação com uma cantora por não divulgar um trabalho seu depois de você divulgar o dela?

Sim, é verdade. Já fui tirar satisfação com uma cantora. Mas eu sou daquelas, se eu tenho alguma coisa a dizer, vou direto na pessoa e falo, na lata. Esperei uma oportunidade certa de encontrar com ela, chamei de canto e falei que fiquei chateada, que não achava certo, que isso não é parceria. Mas, depois da conversa, nos acertamos, ficou tudo bem. Eu sou muito verdadeira e se tenho problema com alguém, nunca vai ser resolvido pelo whatsapp, sempre olho no olho. Sabe, Leo, amigo tem a liberdade de pedir um para o outro determinadas coisas. Nós precisamos nos ajudar, dar a mão um ao outro. Ninguém faz nada sozinho. Nesse meio que vivemos, um dia você pode estar lá em cima, outro lá embaixo. Então precisamos nos unir, ajudar um ao outro. É de suma importância o ser humano ser solidário.

Simone, você é muito espontânea. Alguma vez na TV foi repreendida por isso?

Sim, uma vez no programa do Bial, nos orientaram a fazer uma entrevista mais séria, pois era um público mais velho. No meio da entrevista eu falei que estava me sentindo desconfortável porque eu não estava podendo ser eu mesma. Aí ele falou que eu tinha que ser como eu sou de verdade. A entrevista rolou, foi maravilhosa. O Bial amou o nosso jeito espontâneo de ser.

Simaria, você tem um gênio muito forte, você perdoa quem te passa pra trás?

Acredito que eu perdoaria, mas só não esqueço. Não é que eu vou ficar lembrando todo dia, mas se eu encontrar a pessoa, vou lembrar que ela não foi legal comigo e a relação será "Oi, tudo bem e tchau".

Simone, se seu marido lhe trair, pedir perdão e se arrepender... você perdoa?

Rapaz, se ele me trair e eu não sei qual seria a minha reação. A gente só sabe depois que passa. Agora podemos falar perdoo ou não perdoo, mas só sabemos da reação quando acontece. Espero nunca passar por isso, mas acredito que eu não perdoaria.

E você, Simaria?

Traição eu não perdoaria. Eu sou muito séria com as minhas coisas, correta. Se o cabra me trair, meu amor, o brinquedo dele cai. Risos. Com o meu gênio, não dá para aceitar uma traição. Tenho certeza de que, se eu voltar, acabaria jogando na cara dele, todo dia, que ele me traiu. Mas isso não é certo. Quando você decide perdoar uma traição, você não pode nunca, jamais, passar na cara da pessoa. Ou então, meu filho, a sua relação vai virar um inferno e nunca mais vai dar certo.

Simone, você já pensou em virar cantora gospel?

Sim, já pensei. Antes de ir para o Nordeste, eu queria uma vida de servir a Deus, ficar em casa. Mas, como as coisas de Deus têm data e hora marcada, nossa caminhada nos trouxe até aqui. E, claro, se for da vontade de Deus que eu cante gospel, seria uma honra cantar a Jesus de Nazaré.

Simaria, dizem que seu sonho é juntar dinheiro e sair do Brasil para a Espanha. É verdade?

Meu amor, quem é que não quer ter um barraquinho na Espanha? Na Toscana?(Risos). Gente, eu amo muito a Europa e sou casada com um espanhol. Meus filhinhos, com certeza, terão uma vida ali. Meu sonho é sim ter uma casa na Espanha, mas é mais por conta dos meus filhos. Mas, é claro que, se um dia eu pudesse escolher entre viver lá ou no Brasil, eu escolheria viver na Espanha por conta dos meus filhos que estarão mais protegidos, com um futuro melhor.

Algum artista que lida com vocês hoje falava mal de vocês por trás?

Simaria: Opa, colega! Muitos falavam mal da gente. E, hoje, meu filho (risos), falam que ama, divulgam o nosso trabalho... É uma loucura! Mas somos vacinadas com relação a isso e sabemos exatamente com quem podemos contar e, também, com quem não podemos.

Simone: Ixi, meu amor, tem e muito. E hoje nos trata com tanto amor, com simpatia. Mas Deus é bom e temos que devolver com amor, porque o amor constrange.

Simone, por que vocês não gostam de lembrar do tempo em que trabalhavam com o Frank Aguiar? Vocês eram exploradas por ele?

Faz parte da nossa história. Não é que não gostamos de lembrar do tempo que passamos no Frank Aguiar, muito pelo contrário, foi uma escola muito boa para aprendemos muito do que somos hoje. Mas, é claro, que todo trabalho tem as suas dificuldades, éramos muito novas ainda.

Do fundo do coração, o que vocês desejam pro Frank Aguiar?

Simaria: Do fundo do meu coração, desejo que ele seja feliz, desejo o bem dele. Não sou uma pessoa que desejo o mal alheio, muito pelo contrário. Isso não faz parte da minha índole, do meu caráter. Eu só desejo que ele seja feliz.

Simaria, você já inovou trazendo o reggaeton para o sertanejo, agora essa mistura com o eletrônico. Era o resultado que você esperava?

'Paga de solteiro feliz' foi um tiro certeiro, uma nova aposta. Algumas pessoas que estavam à minha volta duvidaram da minha aposta, da minha loucura. Acho que temos que inovar sempre. Inclusive, o próprio Alok estava muito inseguro de fazer a música, ficamos nos falando durante cinco meses para essa parceria surgir. Até que eu falei, "deixa eu fazer a ideia da música aqui, do meu jeito, para você entender o que eu estou pensando". Aí, meu amigo, ele entendeu e saiu essa parada incrível, que a galera tá curtindo e já ultrapassou os 10 milhões de visualizações, em menos de uma semana, e eu estou muito feliz com o resultado e repercussão.

A estreia do 'The Voice Kids' foi um sucesso. A internet foi dominada por memes de vocês. Como é estar do outro lado da cadeira? Esperavam esse retorno estrondoso?

Simone: Quando crianças, participávamos muito de concursos de calouros e festivais. Durante as gravações nos transportamos para muitas daquelas situações. É muito mágico e forte reviver estes momentos, passa um filme na cabeça. Além de cada criança que passa por aquele palco, que nos ensina e, também, aprende conosco, estamos aprendendo muito com a Claudinha e o Brown. Carlinhos é um ser abençoado, de luz, que respira poesia e música, estamos admiradas! São tantas coisas boas que tem acontecido na nossa vida, na nossa carreira, que só agradecemos a Deus por todos esses presentes.

Comentários