Jovem ator que incorpora o Chacrinha mais novo emociona o público

Leo Bahia, de 23 anos, nem chegou a testeminhar o Velho Guerreiro em ação

Por O Dia

Leo Bahia em momento de "Chacrinha%2C O Musical"Bruno de Lima / Parceiro / Agência O Dia

Rio - O veterano ator Stepan Nercessian tem emocionado o público quando aparece em cena caracterizado tal e qual o legendário apresentador Abelardo Barbosa. Mas há um outro protagonista que também é um barato no musical do Chacrinha, em cartaz no Teatro João Caetano até 1º de março: Leo Bahia, que incorpora o homenageado quando jovem. Com 23 anos, ele não chegou a testemunhar o Velho Guerreiro (morto em 1988) em ação.

“Ao me preparar para o papel, não quis ficar preso ao que as pessoas contam dele. Peguei o texto e criei minha personagem. Só depois mergulhei nos vídeos. Acho que consegui criar o meu Abelardo, que não era só o cara que jogava bacalhau nas pessoas, era uma pessoa normal, com seus problemas, sofria de depressão”, conta. 

Deu certo: Leonardo Fontes Bahia tem se destacado, tanto que acaba de ser indicado ao Prêmio Cesgranrio de Melhor Ator em Musical. Nas audições para o papel, ele foi para o trono, deixando o ‘troféu abacaxi’ para 400 atores que disputavam a vaga — “levaram a buzina”, como o Chacrinha fazia para desclassificar os calouros em seu programa na televisão. “Estou vivendo a oportunidade mais importante da minha vida, não só por ser um dos protagonistas, mas por estar interpretando um divisor de águas na história da comunicação no Brasil”, orgulha-se Bahia. “Ele é o mais importante ícone da TV brasileira, tornou essa mídia tão popular quanto o rádio, fazendo um programa que agradava tanto às massas quanto às elites. Chacrinha é a síntese do povo brasileiro: brincalhão, debochado, e, ao mesmo tempo, amoroso e afetuoso”.

O jovem ator tem emocionado espectadores da peçaBruno de Lima / Parceiro / Agência O Dia

Quem é só amor e afeto com o jovem artista é Stepan Nercessian: “Me apaixonei pelo talento do Leo, é um ator fantástico!”, elogia ele. “Tem uma sensibilidade absoluta ao interpretar, faz tudo parecer fácil. Canta, dança, representa, tudo com uma grande emoção. Fico encantado!”

Em ‘Chacrinha, o Musical’, ele é o jovem Abelardo Barbosa, nascido em Surubim (PE), que na infância e juventude se dividiu entre a atividade como percussionista, a faculdade de Medicina e as primeiras experiências no rádio.

Antes de ‘Chacrinha’, Leo Bahia já vinha se destacando por suas atuações em outros musicais, como ‘The Book Of Mormon’ e ‘Ópera do Malandro’. O começo no teatro foi aos 18 anos, fazendo cursos livres. Logo, estreitou o contato a partir da faculdade de Canto, que cursa na Unirio. “O gênero teatral de que mais gosto é o musical, porque amo me expressar cenicamente por meio da música”, elege. 

Música, aliás, é algo que nunca faltou em casa. Leo é filho do célebre produtor musical Mayrton Bahia, que trabalhou em gravações de diversos artistas, especialmente da Legião Urbana. “Ainda que indiretamente, meu pai também me ajudou a compor o meu Chacrinha. Ele me deu um background musical enorme, e muitos artistas importantes passaram pelo programa do Velho Guerreiro. Entrei de cabeça nesse repertório e foi muito importante para meu desempenho no espetáculo”, ressalta. “A resposta do público tem sido enorme, sinto que as pessoas que vão ao musical saem mexidas de verdade.”

Últimas de Diversão