Nelson Vasconcelos: O Uber vai acabar se perdendo

As corridas superfaturadas, por exemplo, são coisa de baixo nível. E a qualidade geral do serviço também está em queda

Por O Dia

Rio - E o Uber, hein? Sempre defendi o aplicativo porque me parece que o passageiro tem que ter esse direito de escolha. Além disso, o app é fruto de uma tecnologia e de um modelo de negócios que não vão morrer.

Seria também uma boa maneira de fugir dos maus taxistas – porque infelizmente nem todos são clones do Betinho, o 001, que é um ser humano de primeira.

Mas a verdade é que o Uber está vacilando muito. Pelo menos aqui no Rio, o número de queixas que a gente recebe aqui é vergonhoso. As corridas superfaturadas, por exemplo, são coisa de baixo nível. E a qualidade geral do serviço também está em queda. É visível. Carros sem manutenção, motoristas que deixam a desejar. Uma pena, mas a gente consegue estragar tudo.

Por isso, cabe a esta coluna recomendar os aplicativos 99 Táxis, que usa os amarelinhos comuns, e Cabify, concorrente do Uber que começou suas atividades com toda a força por aqui e tem tudo para se criar. Se, claro, não cair nas mesmas armadilhas vergonhosas do Uber. Fica a dica.

Cuide bem do seu computador

O Brasil é o nono país do mundo que mais sofre com programas malvados que infectam computadores e smartphones. Eles entram na sua máquina quando você se distrai e clica em links ou softwares desconhecidos, geralmente via e-mail, daqueles que prometem diversão ou lucros. Por isso, desconfie sempre.

E o pior: essa turma de pilantras agora começa a pedir por aqui o resgate dos dados roubados do usuário, uma prática que é mais comum no exterior. Cobra-se algo entre US$ 300 e US$ 500 pela liberação dos dados da vítima. Você pagaria? Claro, né? O alerta é da consultoria Kaspersky Lab, da Rússia.

Você ainda gosta do Instagram?

Completando 5 anos de atividade, o Instagram registra 600 milhões de usuários que se conectam a ele mensalmente. Gente pra burro. Dobrou em apenas dois anos. Para marcar a boa fase, acaba de lançar uma função que permite ao usuário salvar os posts.

É só clicar no ícone que aparece sob a foto ou vídeo, e tudo pronto. Dá pra você fazer um arquivo pessoal, visível somente para o dono do perfil. É bem sacado. Mas, cá entre nós, acho que a brincadeira já teve dias melhores. Ou talvez eu já esteja cansado de ver sempre as mesmas imagens. Ou a idade, talvez.

Últimas de Economia