Werdum prevê luta difícil para Bethe e garante torcida: 'Sou 100% Minotauro'

Brasileiro ainda fez elogios a Shogun: 'Se quiser é imbatível'

Por O Dia

Rio - Novo campeão brasileiro do UFC, Fabrício Werdum prevê uma luta bem complicada para a compatriota Bethe Correia, neste sábado, contra Ronda Rousey. Segundo o dono do cinturão dos pesados, a confiança de Bethe é importante, mas a norte-americana está um degrau acima das demais concorrentes no peso galo feminino do UFC.

"Minha torcida é 100% para a Bethe, mas acho a Ronda um nível acima das lutadoras do UFC, não da Cris Cyborg, que para mim é a melhor do mundo. Mas no UFC, a Ronda é a melhor. Todos sabem que ela tenta a queda, mas ninguém consegue evitar. A Bethe está bem confiante, isso é bom. Gosto muito dela, por essa coisa de ser subestimada a vida inteira, ela me citou como exemplo de uma "zebra" depois da minha vitória sobre o Caín. Vamos ver, se ela aguenta o ritmo, de repente entra uma mão. Acho que ela está bem confiante", disse.

Werdum fez muitos elogios a lutadores brasileirosDivulgação

Outro duelo do UFC 190 comentado por Werdum foi a luta entre Shogun e Minotouro. O campeão fez muitos elogios ao ex-dono do cinturão dos meio pesados do UFC e afirmou que o confronto será do mesmo nível da lendária luta do Pride de dez anos atrás.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

"Acho que é uma luta que vai entrar para a história. Há dez anos no Pride entrou para a história. O Shogun foi me ajudar na preparação contra o Caín, no México. Ele é talento puro. Se for bem treinador não tem para ninguém. Estou muito feliz por ele, ele está confiante. Está trabalhando muito", afirmou.

Werdum foi o responsável por um dos momentos mais complicados da carreira de Minotauro. Na luta entre os dois em 2013, o atual campeão do UFC acabou vencendo e quebrando o braço do lendário lutador do duelo entre os dois. Fã de Minotauro, Fabrício se desculpou na época e para o duelo contra Stefan Struve, ele garantiu a torcida pelo compatriota.

"Sou 100% Minotauro, comecei por causa dele e pelo Wanderlei. Mas será uma luta dura, o cara é muito grande, mas o Minotauro sempre surpreende todo mundo. Gostaria que ele fizesse uma grande luta e vencesse bem. Seria legal com uma vitóra aqui no Rio, se ele se aposentasse, seria bem legal, sair por cima. Ele já mostrou para o mundo todo, foi campeão do Pride, do UFC, não precisa provar mais nada para ninguém", concluiu.

Últimas de _legado_MMA