Tempo Real: Vasco enfrenta o Bonsucesso pelo Campeonato Carioca

Gigante da Colina pode até virar líder do Estadual

Por O Dia

Rio - Vasco e Bonsucesso se enfrentaram neste domingo, no estádio Nilton Santos, em jogo válido pelo Campeonato Carioca. Nem mesmo a boa atuação do goleiro Preto evitou a derrota do Leão da Leopoldina. Nos acréscimos do segundo tempo, o árbitro Daniel de Sousa Macedo marcou uma pênalti contestável para os cruzmaltinos. Gilberto converteu e garantiu os três pontos, na vitória por 1 a 0, para o Time da Colina.

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o número da camisa nos uniformes vascaínos estava rosa, além de um laço da mesma cor no ombro direito.

Com a vitória, o Vasco assumiu a liderança provisória do Campeonato Carioca. Para assumir o posto de vez, os cruzmaltinos precisam torcer por um tropeço do Botafogo, logo mais, contra o Fluminense. Já o Bonsucesso parou nos quatro pontos. O time da Leopoldina ainda não venceu nesta edição do Campeonato Carioca e soma quatro empates.

Na próxima rodada, quinta-feira, o Vasco enfrenta o Resende, em São Januário, às 19h30. No mesmo dia, o Bonsucesso encara o Fluminense, às 21h, no Maracanã.

O JOGO

Mesmo soberano na posse de bola, o Vasco não levou nenhum grande perigo ao gol do goleiro Preto. Encolhido na defesa, o Bonsucesso foi ainda menos efetivo ao ataque. O jogo só melhorou na segunda etapa.

Gilberto assustou logo aos três minutos do segundo tempo. O atacante recebeu um cruzamento de Madson e mandou de cabeça. O goleiro Preto fez boa defesa, no reflexo, e mandou para escanteio.

O atacante cruzmaltino parou novamente no goleiro do Bonsucesso. Depois do escanteio cobrado por Christiano, o zagueiro Luan desviou e Gilberto tentou bater cruzado, mas o goleiro Preto fez boa defesa e mandou para fora.

Tentando explorar a altura de Gilberto e Thalles, os cruzmaltinos abusavam das bolas levantadas na área. Mas o goleiro Preto ganhava todas no alto.

Quando chegou por baixo, Preto cresceu na frente de Thalles. O atacante do Vasco ficou cara a cara com o goleiro do Bonsucesso e bateu, mas o arqueiro do Leão da Leopoldina fez uma bela defesa e ficou com a bola.

Na resposta, Montoya perdeu a bola no ataque e o Bonsucesso partiu em contra-ataque. Edson Pitbull cruzou o gramado em velocidade e bateu cruzado. Martin Silva espalmou o chute para o meio da área, mas ninguém apareceu para empurrar para o gol.

Nos acréscimos, o Vasco 'achou' seu gol. Depois de bola levantada na área, o atacante Thalles desviou de cabeça e a bola tocou no braço de Fernando. O árbitro Daniel de Sousa Macedo marcou pênalti, que foi muito contestado pelos jogadores do Bonsucesso. Na cobrança, Gilberto tocou na canto esquerdo do goleiro Preto, que pulou para o outro lado.

FICHA TÉCNICA

Bonsucesso 0 X 1 Vasco

Árbitro: Daniel de Sousa Macedo
Local: Estádio Nilton Santos
Público Presente: 5.668
Cartões Amarelos: Christiano (VAS, 40' do 1ºT), Guiñazú (VAS, 1' do 2ºT), Preto (BNS, 21' do 2ºT), Fernando (BNS, 26' do 2ºT), Julinho (BNS, 38' do 2ºT)
Gol: Gilberto (VAS, aos 47' do 2ºT)

Bonsucesso: Preto, Ivan, Jadson, Elton e Cristiano; Marquinhos, Julinho e Fernando; Robertinho (Denílson, aos 21' do 2ºT), Guttiner (Muller, aos 7' do 2ºT) e Miguel (Edson Pitbull, aos 31' do 2ºT). Técnico: Marcelo Salles.

Vasco: Martin Silva, Madson, Rodrigo, Luan e Christiano; Serginho (Bernardo, 25' do 2ºT), Guiñazú, Julio dos Santos, Marcinho (Thalles, 14' do 2ºT) e Rafael Silva (Montoya, no intervalo); Gilberto. Técnico: Doriva.