Fluminense volta para casa confiante

Eduardo Baptista fica satisfeito com as primeiras semanas de treinos e prevê ano de realizações

Por O Dia

Estados Unidos - Com o saldo de um empate e uma derrota na Florida Cup, o Fluminense encerrou a pré-temporada nos Estados Unidos com a confiança intacta. Satisfeito com o resultado das primeiras duas semanas de treinamentos, o técnico Eduardo Baptista prevê um ano de realizações para a equipe.

“O Fluminense vai brigar de igual para igual com qualquer equipe do futebol brasileiro hoje”, disse o treinador.

Dos cinco reforços contratados, o atacante Richarlison foi o principal destaque da preparação nos Estados Unidos. Aos 18 anos, ele substituiu Fred nos jogos contra Shakhtar Donetsk e Internacional e agradou.

Fluminense retorna ao Brasil para seguir se preparando Divulgação

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

A busca pelo melhor entrosamento não impediu o atacante de mostrar sua versatilidade para jogar como referência na área ou para desempenhar a função de Marcos Junior e Gustavo Scarpa pelos lados do campo.

Aposta para suprir a carência de um organizador no meio de campo, Diego Souza deixou a desejar. Fora de forma, o camisa 10 teve participação discreta nas duas partidas pela Florida Cup. Fã do apoiador, o técnico Eduardo Baptista crê em sua evolução física durante a disputa da Primeira Liga e do Carioca.

Concorrente de Diego Souza, Felipe Amorim foi o responsável pelo passe para o único gol tricolor — marcado por Magno Alves — em solo americano. O bom passe foi sua principal virtude no teste contra o Shakhtar.

Henrique e Renato Chaves chegaram com a pré-temporada em curso. Com potencial para conquistar espaço entre os titulares, a dupla foi testada durante as partidas contra Shakhtar e Inter e ainda é precoce avaliar o desempenho. Certo é que o setor defensivo será o mais disputado na equipe ao longo do ano.

Baixa na Florida Cup, Fred não preocupa

A ausência de Fred contra Shakhtar Donetsk e Internacional foi o ponto negativo da passagem do Fluminense pelos Estados Unidos. Com dores na panturrilha direita, o atacante continua em tratamento intensivo com a esperança de reforçar a equipe em sua estreia na Primeira Liga, dia 27, contra o Atlético-PR.

O desfalque frustrou os planos de Eduardo Baptista de testar a força máxima da equipe durante a Florida Cup. O bom senso prevaleceu no momento de decidir pelo afastamento do capitão tricolor, que encerrou o ano de 2015 com uma lesão no joelho direito. Apesar do incômodo na panturrilha, Fred participou da maior parte da pré-temporada sem qualquer restrição e não preocupa.