Candidatos a professores vão receber capacitação

No próximo concurso para rede de ensino estadual, aprovados na primeira etapa terão que passar por curso de formação e serão avaliados já em sala de aula

Por O Dia

Rio - Os professores aprovados no próximo concurso para a rede estadual de ensino vão aprender sobre planejamento de aulas, noções de avaliações, ferramentas pedagógicas e utilização do currículo mínimo. Essa mudança faz parte das novidades divulgadas na segunda-feira pelo governo do estado para o próximo processo seletivo, conforme antecipou a Coluna do Servidor do DIA, na última quinta-feira.

A partir do próximo concurso, os candidatos deverão fazer, além da prova objetiva, um exame discursivo e um curso de formação de 80 horas, com duração de duas semanas. Ao final, os candidatos serão avaliados por uma banca de especialistas que testará as aptidões e o desempenho do professor em sala de aula.

Superintendente de Desenvolvimento de Pessoas da Secretaria de Educação, Antoine Lousão afirma que o objetivo é selecionar profissionais competentes e qualificados. “O curso de formação é inovador porque vai ajudar a capacitar bons profissionais ainda no processo seletivo”, avalia o superintendente.

O edital da próxima seleção está previsto para ser publicado no fim deste mês. A expectativa é de que sejam oferecidas 2,5 mil vagas de docentes para as disciplinas de Português, Matemática, Geografia, História, Física, Química, Biologia, além de Inglês, Espanhol e Francês.

Novos profissionais

A Secretaria Estadual de Educação vai divulgar esta semana a convocação de 796 aprovados em concursos para professor, sendo 260 referentes ao processo seletivo de 2009 e 536 relativos à seleção de 2011.

Os dois concursos ainda estão no prazo de validade. Os aprovados em 2009 têm até março de 2014 para serem convocados, já os classificados no certame de 2011 podem ser chamados até fevereiro de 2014, com possibilidade de prorrogação por mais dois anos.

A medida tem o objetivo de reduzir a carência na rede estadual. Em fevereiro de 2011, segundo a secretaria, o déficit era de 11.773 docentes, e este ano, passou para 900, uma redução de 92%.

Últimas de _legado_Educação