Fernando Scarpa: Porta do inferno aberta mais cedo neste agosto

A situação do país está de lascar, e o diabo está solto, pelo visto, antes do tempo

Por O Dia

Rio - Não tem jeito, agosto é o mês do desgosto; os romanos assim o batizaram em homenagem ao imperador Augusto. Mas, além da inevitável rima, os acontecimentos que pontuam esses 31 dias fazem valer a maldição. Não tem criatura demoníaca alguma passando pelos céus soltando labaredas, como na história de Roma. Tem é um diabo aqui mesmo na terra soltando toda sorte de maldade pela boca e pelas ações. É fato que o culpamos por tudo que acontece. “O inferno são os outros”, ensinou Jean Paul Sartre, na sua doutrina existencialista — essa tentativa humana de responsabilizar a todos pelos problemas da vida.

Mas voltemos a este agosto de 2015. Creio que o mês e o ano vão ficar marcados e um dia serão estudados como fato histórico. Espero que se aprenda algo de bom com o que aconteceu nos últimos tempos e que agora vem a explodir. As ‘pedaladas’ da Dilma, a economia em frangalhos, tudo caindo — por ser em agosto, parece ter outro peso.

Historicamente, é o mês das tragédias. O dia 24, em especial, é considerado o Dia do Diabo, mês em que a inveja e a maldade se alastraram — curiosamente, Getúlio Vargas se suicidou nesta data, em 1954. No passado, por ordem de Catarina de Médici, aconteceu o Massacre da Noite de São Bartolomeu, dizimando os huguenotes.

Seguindo o desígnio da maldição do desgostoso mês, ontem, não se sabe se por influência do capeta ou por um acaso da vida, grande parte de nós, povo brasileiro, resolveu protestar mais uma vez contra a política do PT, e o diabo ficou à solta.

Antes, ouvi na rua dois senhores conversando. Pareciam vividos, passados por diversos planos e governos, tinham propriedade. “O problema todo é que o PT é ‘rato magro’, chegou com muita fome. Quem nunca comeu melado quando come se lambuza!”, disse um.

A culpa de o demônio estar à solta é de São Pedro, que recebeu de Jesus a chave do céu e a do inferno. Não se sabe bem por quê, resolveu abri-las no dia 24 de agosto e soltar o coisa-ruim. Daqui a uma semana será dia 24, mas tenho a impressão de que Pedro, ansioso, resolveu abrir a porta do inferno desta vez um pouco antes. A situação do país está de lascar, e o diabo está solto, pelo visto, antes do tempo.

Fernando Scarpa é psicanalista

Últimas de _legado_Opinião