Piscinão de Ramos ganha nome em tributo a Dicró

Mudança foi publicada no Diário Oficial nesta terça. Sambista foi um dos maiores entusiastas do local, mas não ficaria satisfeito com o abandono visível hoje

Por O Dia

Rio - Fim de tarde de terça-feira, grupos de amigos e famílias aproveitam os últimos momentos do dia ensolarado no Piscinão de Ramos. Muitos deles ainda não sabem, mas, um ano após a morte do maior entusiasta do local, o Piscinão será rebatizado com o nome do sambista Dicró.

O decreto foi publicado no Diário Oficial e emocionou a família do músico. Eleito pelo povo o ‘prefeito do Piscinão’, Dicró cantou em versos irreverentes as maravilhas de um dia de lazer na área da Zona Norte, o que gerou fama para o lugar e a construção do parque aquático, há 12 anos. O nome passa a ser Parque Ambiental Carlos Roberto de Oliveira ‘Dicró’.

“É um reconhecimento justo. Ele sempre lutou para que se tornasse um espaço agradável para a população, que precisa tanto de lazer. A presença dele aqui ainda é marcante”, contou, emocionado, o filho do artista, César Dicró.

Lixo na água e na areia%2C carros depredados%2C brinquedos quebrados e banheiros sujos entristecem banhistasBanco de imagens

Se o sambista passeasse nesta terça-feira pelo Piscinão, porém, talvez não desse seu largo sorriso. A área de lazer que ele tanto amava anda esquecida e mal cuidada, como O DIA mostrou sábado.

Lixo nas areias e calçadas, carros depredados e abandonados, brinquedos quebrados, água e banheiros sujos são parte da paisagem que entristece banhistas.

A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos informou que fará nova vistoria e que, mês passado, foi feito trabalho de limpeza e desobstrução das galerias pluviais.

A Comlurb disse que realiza limpeza diária do Piscinão com cinco garis, aumentando conforme a frequência e se há eventos.

Homenagens previstas para o músico

Em frente a um dos quiosques mais badalados do lugar — que pertence à família do músico — estão planejadas duas grandes e justíssimas homenagens ao sambista: no Dia dos Pais, no segundo domingo de agosto, haverá festa e, em 12 de outubro, será erguida uma estátua em tamanho natural para imortalizar a presença do ‘prefeito’ no Piscinão.

“Acho uma homenagem linda. Este lugar é a cara do Dicró, só podia ter o nome dele. Pena que não fizeram antes de ele partir”, lamentou a auxiliar de serviços gerais Vera Lúcia de Souza Machado, 32 anos.

Últimas de Rio De Janeiro