Informe: Paes reitera a Picciani que disputará governo estadual pelo PMDB

Ex-prefeito visitou o presidente da Alerj e garantiu que não deixará o partido mesmo após desgaste

Por O Dia

Rio - Pré-candidato ao governo estadual no ano que vem, Eduardo Paes garantiu ao presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani, que não deixará o PMDB. O ex-prefeito visitou o correligionário, que trata um câncer na bexiga, semana passada.

E reiterou que disputará o Palácio Guanabara pelo partido, presidido no estado por Picciani. Ambos começarão a discutir os detalhes para a campanha eleitoral em setembro, quando deverá ser concluída a Reforma Política no Congresso.

Avaliação para 2018

Mesmo que saísse do PMDB, Paes não conseguiria se desvencilhar dos laços com Sérgio Cabral e Pezão — adversários relembrariam a união a todo o momento. E Paes ainda perderia a parte boa de estar no PMDB: o tempo de televisão e a estrutura do partido que hoje comanda mais prefeituras no interior.

American boy

Paes já retornou para os Estados Unidos, onde mora atualmente. Ontem, participou de fórum sobre parcerias público-privadas, em Chicago.

Saída em massa

Deputados e vereadores do PMDB falam quase diariamente sobre uma possível debandada do partido, tendo em vista o desgaste gerado pela prisão de Cabral e pelas dificuldades do governo Pezão. Avaliam que o destino da maioria se concentrará em três legendas: PDT, PTB e PP.

Mas...

Se o modelo ‘Distritão’ for aprovado em Brasília, e ao que parece será, o PMDB pode se beneficiar. O fim do voto em legenda fará com que, mais que nunca, os eleitores votem em pessoas, não em partidos. Já se prosperar o voto em lista fechada...

Fogo amigo (e com gás)

Michel Temer está uma fera com a Petrobras. O presidente considerou mais que inoportuno o momento para a estatal aumentar o preço do botijão de gás.

Michel e Gilmar

O deputado federal Glauber Braga (Psol) afirma que o ministro do Tribunal Superior Eleitoral Gilmar Mendes deveria se declarar impedido de julgar as contas da chapa Dilma-Temer. Cita trecho em que Mendes disse, ano passado, ter tido “conversa de velhos amigos” com Temer.

Cimentou uma vaga

Anteontem, o Informe antecipou que Fernando Meira estava insatisfeito com a falta de espaço na Secretaria de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação, comandada por Indio da Costa. Ontem, Meira foi exonerado da subsecretaria de Infraestrutura. Mas não ficará desamparado. Será assessor especial do prefeito Marcelo Crivella.

Últimas de Rio De Janeiro