Bateu e fugiu ? Justiça da ganho de causa a Fontenelle em processo de acidente

Atriz e apresentadora foi acusada pelo Deputado Estadual Átila Nunes Filho de bater em seu carro em um estacionamento na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Por O Dia

Saiu na semana passada a sentença sobre o processo envolvendo Antônia Fontenelle, após a denúncia do Deputado Estadual Átila Nunes Filho, do Rio de Janeiro, acusando a apresentadora de ter batido em seu carro no estacionamento de um mercado na Zona Oeste carioca. De acordo com o advogado da apresentadora, o juiz julgou como improcedente a denúncia do deputado, que pediu R$ 1.200 para reparos do veículo além de uma indenização por depreciação do carro.

"Não assiste razão ao autor, pois não trouxe aos autos qualquer prova dos fatos constitutivos de seu direito, deixando de produzir prova robusta e eficaz da responsabilidade da ré pelo dano causado ao seu veículo, o que poderia ter sido facilmente provado por meio de fotografia inequívoca do envolvimento do veículo do autor e o da ré na mesma cena do acidente. Ademais, em se tratando do estacionamento de um mercado de grande circulação, como o Hortifruti, poderia o autor ter solicitado as imagens das câmeras de segurança, a fim de afastar qualquer negativa de responsabilidade pela ré.', declarou o juiz.

Já o advogado de Antônia, o Dr. Rian Sant'anna, completou: "Cabe ressaltar que parte da imprensa, de forma parcial, pré-julgou a Antonia no dia posterior a audiência, publicando que a mesma havia sido culpada pelo acidente, isso sem querer ouvir a versão da defesa sobre o imbróglio.'

Antônia Fontenelle afirmou ainda que vai entrar com um processo de calúnia e difamação contra o jornal carioca "Extra" e o colunista Ancelmo Gois, por ele ter publicado em sua coluna a informação de que a mesma havia batido no veículo do deputado e deixado o local às pressas sem prestar os devidos esclarecimentos.

Antônia FontenelleAg. News