O RETORNO DE JORGE PICCIANI

Por O Dia

Há três meses afastado por motivos médicos, o presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani (PMDB), retomará as atividades na próxima terça-feira (3). Nesse primeiro dia, o mandachuva da política fluminense fará reuniões e buscará se inteirar dos assuntos da Alerj. Já na quarta-feira, voltará a presidir a sessão. Inicialmente, o peemedebista irá ao Parlamento apenas às terças e quartas.

Por conta da retirada da bexiga e da próstata para o combate a um câncer, Picciani vem sofrendo com incontinência urinária. Ele usará uma cueca especial para poder permanecer no plenário. O presidente da Alerj e do PMDB estadual estava licenciado desde 3 de julho.

Polêmica religiosa

O formulário da Secretaria de Assistência Social que pergunta a religião de interessados em se inscrever em atividades esportivas foi elaborado pela Secretaria de Envelhecimento Saudável na gestão do ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB). Aliados do peemedebista, porém, dizem que o questionário não chegou a ser distribuído e só entrou em circulação no governo de Crivella (PRB), já com o nome da atual pasta. O Informe revelou o caso com exclusividade no domingo.

Aliás

Comunicado da Subsecretaria de Planejamento e Gestão da Secretaria de Assistência Social pede que cada servidor traga sua própria água potável. Cita demora em licitação para aquisição de água mineral e decreto publicado anteontem que inviabiliza novas compras. A prefeitura diz que a demora na licitação "não impede que cada órgão faça o seu processo para a compra de água".

'Vem ni mim' 2018

A crítica do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), a Pezão na área de Segurança é recheada de movimentação política para 2018. Como a Coluna noticiou em março, o DEM quer o ex-prefeito Cesar Maia, pai de Rodrigo, para o governo estadual.

Comentários