Reunião sobre perda de planos será dia 24

Por O Dia

Na terça-feira pode sair o acordo entre poupadores e bancos sobre as perdas ocasionadas pelos planos econômicos das décadas de 1980 e 1990. O encontro para discutir o assunto seria amanhã, mas foi transferido em função da agenda da procuradora-geral da União, ministra Grace Mendonça.

Desde o ano passado, a Advocacia-Geral da União (AGU) vem intermediando as conversas entre representantes de poupadores a respeito de milhares de ações, individuais e coletivas, que há décadas tramitam em várias instâncias da Justiça. Essas ações reivindicam o pagamento das perdas referentes aos planos Cruzado, Bresser, Verão, Collor I e Collor II.

As partes envolvidas na negociação têm evitado estimar um total para o acordo, porque o valor dependerá do desconto a ser aplicado. No início de setembro, falava-se em algo entre R$ 8 bilhões e R$ 16 bilhões.

Comentários

Últimas de Economia