Campeãs de 2017 definem os hinos para tentar o bi

Portela e Mocidade fazem finais de samba. Confira as letras! Esta é a última semana da maratona de decisões nas agremiações

Por O Dia

As campeãs do Carnaval 2017, Mocidade e Portela, e a Unidos da Tijuca definiram os sambas que vão embalar seus desfiles na Sapucaí no ano que vem. Todas as concorrentes do Grupo Especial terão escolhido seus hinos até quinta-feira.

Na noite de sexta, a Azul e Branca de Oswaldo Cruz e Madureira, que vai cantar o repente e o Nordeste, elegeu a obra composta pela parceria de Samir Trindade, Elson Ramires, Neyzinho do Cavaco, Paulo Lopita 77, Beto Rocha, J. Salles e Girão. Foi a terceira vez consecutiva que o grupo saiu vitorioso. "Nosso samba ganhou porque é um samba popular e com a cara da Portela", festejou Samir.

No sábado, foi a vez da disputa na Mocidade e na Unidos da Tijuca. A Verde e Branca de Padre Miguel, que viajará à Índia, escolheu a composição da parceria bicampeã de Altahy Veloso, Zé Gloria, Paulo Cesar Feital, J. Giovanni, Denílson do Rosário, Alex Saraiça, Carlinhos da Chacará e T. Meiners. Já na Azul e Amarela do Borel, que homenageará Miguel Falabella, venceu a parceria de Totonho, Mart'nália, Dudu, Marcelinho Moreira e Fadico. Em dez anos, esta foi a sétima vitória de Totonho.

As últimas escolhas de samba serão hoje, na Imperatriz Leopoldinense, e quinta-feira, na Beija-Flor.

Galeria de Fotos

Filha de Martinho da Vila, Mart'Nália integra grupo heptacampeão Mauro Samagaio
Mocidade, que canta a Índia, vai de parceria que se sagrou bicampeã Eduardo Hollanda

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro