Projeto lança documentário 'Existe um mar de possibilidades'

Por O Dia

Paralelamente a exposição fotográfica 'Resiliência', o público também poderá assistir ao documentário 'Existe um mar de possibilidades', que contou com a participação emocionante de cinco mulheres narrando suas impressões desde o diagnóstico até a superação da doença.

A assistente social Lucília Andrade Menezes,40, moradora de Nilópolis, conta no filme, o drama que vive há dois anos. "Quando eu vi o resultado do exame eu desabei. Na minha mente eu só pensava que ia morrer. Depois pensei nos efeitos da quimioterapia e na perda da mama. Foi doloroso, mas tive que aceitar. Ainda estou em tratamento, mas aprendi que sempre tem um jeito, tem que ter esperança. Resolvi focar em outras coisas e fui estudar, fiz pós-graduação. Isso me fortaleceu".

Quando Wilma Machado, 62, descobriu o câncer de mama, há 15 anos, enfrentou tudo com muita coragem. "No mesmo dia do diagnóstico eu já comecei o tratamento. Quando saí do hospital já comprei uma peruca, encarei o problema de frente. Neste processo me descobri, como poeta e artista plástica. Hoje sou feliz e estou curada, vivendo um sonho, que é este documentário, ajudando outras mulheres".

O documentário está disponível no site goo.gl/tJ2iYW. A direção é de Alessandro Swinerd.

Comentários