CÂNCER DE PELE

Por O Dia

Movimentação na praia do Leme. Banhistas aproveitam a sexta feira ensolarada para ir a praia do Leme,  na Zona Sul do Rio.
Movimentação na praia do Leme. Banhistas aproveitam a sexta feira ensolarada para ir a praia do Leme, na Zona Sul do Rio. - Sandro Vox / Agência O Dia

"É verão, bom sinal, já é tempo de abrir o coração e sonhar". A 'Canção de verão', do Roupa Nova, funciona para uma geração mais velha como um hino, um porta-voz da alta temporada, aquela mais querida pela maioria dos cariocas e moradores do Rio. Em outro trecho, diz "É como o sol de verão, queimando no peito..." Nada combina mais com a Cidade Maravilhosa: céu aberto, calor e sol escaldante. É aí onde mora o perigo.

O sol é necessário à vida a ao ser humano, mas a exposição errada ou exagerada pode trazer graves problemas à saúde, como o câncer de pele. E, no verão, quando a população se prepara para curtir a alta temporada é preciso se proteger.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), todos os anos surgem 176 mil casos de câncer da pele, o de maior incidência no país. O estado do Rio responde por 13,9% dos casos de câncer da pele no Brasil. Do total de casos no estado, 49,18% estão concentrados na capital. Atenta a esse alto índice, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) desenvolve, desde 2014, o movimento Dezembro Laranja, com a promoção de uma série de iniciativas de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce da doença. Uma das ações chama atenção para a fotoproteção, sob o slogan "Se exponha mas não se queime".

Inspirada pelo bem sucedido exemplo australiano, que reduziu drasticamente os casos de câncer de pele na década de 1980 com o projeto SunSmart , a Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio de Janeiro (SBDRJ) elaborou a Política de Sombras, apostando na fotoproteção, que começa com mudança de comportamento: não se expor ao sol sobretudo nos horários críticos (das 10h às 16h) , usar chapéu, boné e óculos escuro. E, por fim, passar filtro solar, o terceiro fator de fotoproteção.

O Dezembro Laranja será lançado nesta quinta, no Rio. Neste sábado, haverá a 18ª Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele da SBD, com oito postos abertos na cidade, das 9h às 15h, para atendimento à população. Curta o verão, mas proteja sua pele.

CASOS NO RIO.

De acordo com o Inca, todos os anos surgem 176 mil casos de câncer da pele. O estado do Rio responde por 13,9% dos casos no país.

Comentários

Últimas de Vida Saudável