'Assassinado com crueldade e frieza', diz irmã de fã que atacou Ana Hickmann

Elaine Pádua afirma que Rodrigo foi morto com três tiros nas costas quando já estava imobilizado

Por O Dia

São Paulo - Dias após a morte de Rodrigo Augusto de Pádua, fã que invadiu o quarto de hotel em que a apresentadora Ana Hickmann estava hospedada, a irmã de rapaz resolveu desabafar em um post publicado no Facebook. "Sinto muito pela apresentadora e sua família, sei que não foi fácil todo esse pesadelo, mas por ela ser uma pessoa pública estão nos crucificado e isso é injusto. Não estou aqui para defender ou isentar meu irmão da sua responsabilidade", escreveu Elaine de Pádua.

Gustavo Henrique Coelho matou Rodrigo Augusto de PáduaReprodução

A irmã afirma que Rodrigo foi morto quando já estava imobilizado "Estava transtornado sim, mas foi assassinado com crueldade e frieza. Ele já estava imobilizado quando levou os tiros, os três pelas costas". Elaine também aponta contradições nos depoimentos registrados e afirma que Rodrigo só queria conversar com Ana Hickmann e assim conseguir chamar a atenção da apresentadora de alguma maneira. "O amor levou o meu irmão a tudo isso, não a maldade e crueldade como estão falando", comentou Elaine na publicação.

A cunhada e assessora de Ana, Giovana Alves de Oliveira, que foi baleada por Rodrigo, duas vezes na região do abdômen, encontra-se em estado estável e respira sem a ajuda de aparelhos Já Ana Hickmann, está cotada para voltar ao comando do Hoje em Dia, na semana que vem, após uma semana de recuperação do trauma

Veja a publicação de Elaine no Facebook

Últimas de Brasil