Rebelião em presídio no Pará chega ao fim após dez horas de negociações

Presos fizeram dois agentes penitenciários refém. Detentos reclamavam da superlotação do local

Por O Dia

Belém - Após quase 12 horas, terminou, na manhã desta segunda-feira, uma rebelião no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará II, em Santa Izabel do Pará, município no nordeste do Estado. O motim começou na tarde desse domingo, após a visita, no momento em que os presos voltavam para suas celas. Dois agentes penitenciários foram feitos reféns. 

Dois agentes prisionais foram feitos reféns durante quase 12 horas Reprodução/TV Globo

Os rebelados reclamavam da superlotação do local e reivindicavam a presença de dum juiz que pudesse chegar a um acordo e liberar os reféns. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, a liberação dos agentes aconteceu após a negociação do magistrado João Augusto da Vara de Execuções Penais da Região Metropolitana de Belém, garantir a revisão processual dos internos e um atestado de pena a cumprir.

Rebelião foi motivada pelo reforço da vigilância na casa penal%2C depois que dois planos de fuga foram frustrados no último final de semanaReprodução/TV Globo

Ainda de acordo com a secretaria, a rebelião foi motivada pelo reforço da vigilância na casa penal, depois que dois planos de fuga serem descobertos no último final de semana. O governo estadual, informou, ainda, que a unidade penal passará por revista durante toda a manhã desta segunda-feira com o apoio da Polícia Militar.

Últimas de Brasil