Claudia Leitte comemora gravação da música oficial da Copa do Mundo

Canção projetou a cantora para mais de dez países

Por O Dia

Claudia Leitte diz que a ficha ainda não caiu quando pensa na gravação da música da CopaMauricio Nahas

Rio - Claudia Leitte marcou um golaço na carreira ao ser escolhida para cantar a música oficial da Copa do Mundo, ‘We Are One’, com a diva pop Jennifer Lopez e o rapper Pitbull. Depois da gravação do clipe, em Miami, nos Estados Unidos, no início do mês, as portas do mercado internacional se escancararam para a musa do axé. Claudia foi destaque na imprensa de mais de dez países. “Embora ache que não tenha capacidade para assumir uma coisa que veio para você, não pode se preocupar, tem que se deixar levar. É claro que, com muitas novidades, eu começo a perder o controle, mas tudo acontece na hora certa. Deus é pai, não é padrasto, ele faz o negócio acontecer”, filosofa Claudia.

O fato de estar ao lado de uma estrela mundial como JLo não intimidou a brasileira, que nem soube descrever a sensação de dividir o microfone com ela: “Você vai ter que me perguntar daqui a uns dez dias, porque é a primeira vez que eu penso sobre isso. Ainda vou refletir.” Embora não tenha se tornado ‘BFF’ (‘best friend forever’, que na gíria quer dizer “melhor amiga para sempre”) da americana, Claudia conta que elas trocaram figurinhas sobre música: “Falei para ela da nossa batida, que é bem específica. Disse para procurar a música ‘They Don’t Care About Us’, que o Michael Jackson gravou com o Olodum, e uma da Shakira, que gravou um samba-reggae num DVD dela. Nossa batucada é muito brasileira, mas, para mim, pode ganhar o mundo.”

O sangue latino deu liga. Tanto que a gringa, que é descendente de porto-riquenhos, fez bonito no ritmo brasileiro. “Jennifer samba muito”, elogia a brasileira. Durante umas oito horas, as ruas de Miami lembraram o circuito Barra/Ondina no Carnaval de Salvador. Até um trio elétrico foi montado para o vídeo. O figurino supersexy e colorido das cantoras virou destaque no exterior.

“As nossas agendas só casavam naquele dia e só dava para todo mundo ir para Miami, porque eu, Pitbull e Jennifer tínhamos compromissos. Não teve nada coreografado, porque trata-se de um vídeo de massa, mais popular, e que fala com o mundo inteiro, então a gente quis mostrar a simplicidade do nosso país, do Carnaval de rua, das nossas cores. O foco foi a liberdade: dancem como quiserem, sorriam, divirtam-se, porque é isso que a gente sabe fazer melhor. Tudo foi feito com muito carinho, para ter a nossa cara. Me senti em casa. As duas pessoas com as quais eu gravei, porque estou desconsiderando nesse momento os grandes artistas, são seres humanos de ouro, e se parecem muito conosco em termos de hospitalidade e humildade. Eles são apaixonados pelo Brasil”, conta.

A parceria começou com o rapper. “Conheci o Pitbull ano passado, a gente foi almoçar. Estávamos num evento de zumba e, nessa história de amigos em comum, fomos apresentados e rolou uma empatia. Começamos a trocar letras de música pela internet, e aí ele me mandou a base de uma canção que estava compondo. Eu escrevi uma melodia, mandei de volta e ‘We Are One’ começou a nascer. Logo depois, a Jennifer escreveu a parte que ela canta, até que foi parar na mesa dos caras da FIFA (Fédération Internationale de Football Association) e foi escolhida como a música oficial da Copa”, lembra.

Claudia Leitte gravou música oficial da Copa do Mundo ao lado de Jennifer LopezMauricio Nahas

E como soube que foi escolhida para representar o país? “Não lembro. Foi um processo tão natural, as coisas foram acontecendo gradativamente. Sabe quando você não cria tantas expectativas? Quando deseja muito uma coisa, o melhor é deixar acontecer e não ficar nessa de: ‘Ai, vai ter que ser meu.’ Se tiver que ser, Deus vai dar. Fiquei muito relaxada, porque, se não rolasse, já tinha sido lucro.” Eles voltam a se encontrar na cerimônia de abertura, dia 12 de junho, no Itaquerão, em São Paulo.

Com as atenções voltadas para si, a cantora aproveita para lançar seu novo DVD, ‘Axemusic’. Na faixa ‘Me Pega de Jeito’, gravada com Naldo e Wanessa, ela provoca, dizendo que não gosta de garoto, gosta de homem. E Claudia garante que essa está longe de ser sua faceta mais sexy: “Meu lado sensual é mais quente que isso aí. Essa música é só bonitinha.” E quando diz que quer “tudo que dê prazer”, prefere manter seus fetiches em segredo. “Pergunte ao meu marido (Márcio Pedreira)”, despista. Por falar em Márcio, ele não sente ciúmes do assédio, principalmente agora que a mulher virou musa da Copa: “O fato de trabalharmos juntos facilita bastante. As pessoas respeitam e ela também sabe se impor.”

Com o tema ‘Danças do Mundo’, que terá elementos da Europa, Ásia, Américas e Oceania, Claudia vai desfilar no circuito Barra/Ondina e no Campo Grande em quatro dias de folia, com os blocos Cocobambu e Largadinho, além de ter sido nomeada embaixadora do camarote da Brahma, que estreia em Salvador. “Eu gosto, sim, de uma cervejinha gelada”, diz. Ela pensa até em convidar JLo e Pitbull para curtirem o axé da Bahia.

Depois da maratona carnavalesca, a cantora sairá de férias. “Todo ano eu estabeleço que vou ter um mês para manter uma rotina. Daí eu estudo, levo e busco meu filho Davi (de 5 anos) na escola, cozinho, fico deitada assistindo à TV. São coisas que eu não faço corriqueiramente”, explica.

Discreta, a cantora consegue manter a vida pessoal longe da mira dos paparazzi. “Sou muito caseira e meu marido também. O povo acha que famoso só anda em lugar chique, mas a gente, não. Gostamos de comer lambreta (um molusco), churrasquinho de ‘gato’ e de chupar patinhas de caranguejo na barraca de praia.” Márcio reitera: “Nossa vida já é uma badalação, então, quando dá, a gente prefere ficar sossegado em casa.”

Por enquanto, ela não pensa em aumentar a família — nem dá. “São dois meninos. Vocês não têm noção de como eles são. Rafael (1 ano) e Davi são grudados e iguais a mim, imagina o circo que é a minha casa? Eles são muito arteiros, graças a Deus”, comemora Claudia.

Últimas de Diversão