Gravar 'Os Caras de Pau' foi desafiador, dizem protagonistas

Marcius Melhem e Leandro Hassum contam como foi a experiência de enfrentar a 'maratona' de 35 locações

Por O Dia

Rio - Durante as filmagens da versão para o cinema de ‘Os Caras de Pau’, Marcius Melhem teve escoriações na coluna pelo menos três vezes. “Ele não é atleta que nem eu! Só tive um corte no braço”, brinca Leandro Hassum, que protagoniza o filme com ele. Transformar a série televisiva em longa-metragem foi uma aventura além do que a dupla imaginava. Com estreia marcada para o Natal, os comediantes contam como foi sair do conforto dos estúdios da Rede Globo para se aventurar pelas ruas do Rio na pele dos seguranças mais atrapalhados do mundo.

Leandro Hassum e Marcius Melhem investiram nas cenas de ação para fazer a comédia ‘Os Caras de Pau’Davi de Almeida

“O filme tem muita ação, e a gente não é mais garoto. Tínhamos um coreógrafo para essas cenas, mas, quando resolvíamos inventar moda, dava nisso”, lembra Hassum. Mas os arranhões foram um risco que eles decidiram correr. Dispensando dublês em grande parte das cenas, fizeram questão de encarar a maioria das lutas e corridas previstas pelo roteiro, em 35 locações diferentes da cidade.

Tivemos que planejar muito esse filme por conta dos deslocamentos. Foram 35 locações em 35 dias de filmagem. E tinha também o risco físico, porque os dois se empolgavam demais. Fora que o Leandro assume uma entidade às vezes”, lembra o cineasta Felipe Joffily, que também assina a direção da sequência ‘Muita Calma nessa Hora’.

Logo no início da trama, já se percebe a sátira a filmes de ação como ‘Missão Impossível’. Na pele de Pedrão e Jorginho, eles correm pelas ruas, atravessam telhados, pulam janelas e se jogam na frente de carros “à la Cirque Du Soleil”, como define Melhem. Tudo isso para proteger o anel mais valioso do mundo, joia da socialite Gracinha de Medeiros (Christine Fernandes).

A atriz Christine Fernandes como a socialite Gracinha de MedeirosDavi de Almeida

Mantendo o clima nonsense da série, eles acabam sendo acusados injustamente pelo roubo do anel e são perseguidos pela polícia, mafiosos portugueses e uma legião de ninjas. 

“A nossa maior preocupação no roteiro era não fazer um programa esticado, mas uma aventura para o cinema, com cara de cinema”, diz Melhem, que também assina como um dos produtores e roteiristas do longa.

“A ideia era continuar com o mesmo espírito da série. Colocamos no roteiro um pouco de Cebolinha e Cascão, ‘Missão Impossível’, Bob Esponja, Scooby-Doo...”, vai listando Melhem, sobre suas referências para dar humor ao roteiro.

Aliás, de comédia para cinema o parceiro de Melhem entende. Só este ano, Hassum já protagonizou ‘O Candidato Honesto’ e ‘Vestida para Casar’. Para o ano que vem, ele já se prepara para começar as filmagens de ‘Até Que a Sorte nos Separe 3’. O segredo, segundo ele, é a espontaneidade. “Quem trabalha comigo sabe que eu gosto de surpreender em cena, isso traz a risada sincera”, comenta o ator. 

Mesmo com lançamento marcado para o filme, a série está congelada na programação da Globo. Mas para os fãs, além do lançamento do longa, dois episódios especiais de ‘Os Caras de Pau’ irão ao ar durante o ‘Fantástico’, nos dias 14 e 21 deste mês. “Vai ser um ‘esquenta’ para a estreia”, comemora Hassum.

Últimas de Diversão