Lili Rodriguez: O tradicional Baile do Copa

O tradicional baile do Copacabana Palace fluiu leve desde a decoração até a frequência, com jovens misturados às figuras emblemáticas

Por O Dia

Rio - Só Jesus... Apesar dos desastres nos carros alegóricos, assaltos, xixi nas ruas, o Carnaval carioca foi consagrado com um milhão de turistas, o maior número nos últimos oito anos. Uma reunião ecumênica, com líderes de todas as matizes espirituais para rezar, orar e benzer o nosso Brasil, seria muito bem-vinda. Até no Carnaval, a energia positiva atravessou na avenida. Bem, como essa coluna é de comportamento e entretenimento, vamos em frente para mostrar um dos eventos bacanérrimos que aconteceram no Rio.

O tradicional baile do Copacabana Palace fluiu leve desde a decoração até a frequência, com jovens misturados às figuras emblemáticas. Apesar da crise, foi um sucesso. O tema ‘Geisha’, a decoração de Mario Borriello... Tudo impecável. Um pouco menos cheio, algumas ausências sentidas. Amaury Jr. (que está em um período sabático) fez muuuita falta. Outra ausência: a de Hildegard Angel, que comandava camarote superalegre com personalidades. Por ordem médica, foi com o marido a um spa. Isabelita dos Patins também não esteve por lá.

Quem apareceu de surpresa foi Sydney Pereira, promoter que ajudou a reviver o baile no passado. Ele comemorava idade nova e foi super-reverenciado por todos.

No tradicional tapete vermelho, o público mais uma vez deu o tom da alegria. Ana Paula Araújo, Claudia Raia e Sabrina Sato fizeram a alegria da galera. Muito simpáticas, pararam para selfies e beijos. 

Últimas de Diversão