Fora da Inocentes, Celinho revela: 'Eu não pretendo me afastar do Carnaval'

Mestre não renova contrato com a escola de Belford Roxo para o Carnaval de 2014, mas nega desejo de voltar para a Tijuca

Por O Dia

Rio - Em 2013, mestre Celinho esteve à frente da bateria Cadência da Baixada, da Inocentes de Belford Roxo, ao lado de mestre Washington. No entanto, o ciclo na escola durou apenas um Carnaval. Contratado em setembro para se juntar aos ritmistas da agremiação, o vínculo não foi renovado para 2014 e o sambista ainda não possui rumo definido para o próximo Carnaval.

Mestre Celinho não renovou com a InocentesAlex Nunes / Divulgação

"Não houve a renovação com a Inocentes, realmente estou fora da escola. Por enquanto estou no aguardo por alguma coisa. Ainda não tem nada oficial, mas se tiver espero que seja bom para que eu possa continuar trabalhando. Vamos ver o que vai acontecer", disse Celinho, que ainda fez questão de negar a ideia de voltar a se afastar da Sapucaí.

"Minha ideia não é parar, estou esperando aparecer alguma coisa, algum projeto. Não pretendo me afastar do Carnaval mais uma vez. Única chance de isso acontecer é se realmente não aparecer convite nenhum. Mas se pintar algo, com certeza a ideia é seguir com o trabalho", acrescentou.

Tijuca só no coração

Destaque à frente dos ritmistas da Unidos da Tijuca de 1999 a 2007, Celinho sempre possuiu uma grande relação com a escola do Borel. No entanto, questionado sobre o desejo de retornar para o comando da bateria Pura Cadência, o mestre foi enfático ao descartar as possibilidades.

"A Tijuca ficou no coração, sempre foi a minha escola. Agora sou apenas um torcedor, não quero mais nenhuma relação profissional. Ela vai sempre continuar comigo, desde criança torço para a Tijuca, mas daqui para frente será sempre sem compromisso", concluiu.

Após se desligar da Unidos da Tijuca, em março de 2007, Celinho ficou longe da Sapucaí por três temporadas. Em maio de 2011, o comandante assumiu a bateria do Paraíso do Tuiuti e marcou seu retorno para a Passarela do Samba no Carnaval de 2012. Após o desfile, o vínculo também não foi renovado e o sambista acabou recebendo o convite para integrar a direção de bateria da Inocentes no último Carnaval.

Escola do Coração: Mestre Celinho se destacou na Unidos da TijucaUanderson Fernandes / Agência O Dia


Últimas de Carnaval