Ator de 'Linha Direta' vive manco em 'Os Dez Mandamentos'

Paulo Vilela fala sobre os desafios da trama bíblica e defende programas policiais: 'Não é sensacionalista'

Por O Dia

Rio - Natan, interpretado pelo ator Paulo Vilela, é um dos novos personagens de "Os Dez Mandamentos - Nova Temporada”, que a Record estreou esta semana. Em entrevista exclusiva ao iG, o ator conta que o homem muito bom e servo de Jetro (Paulo Figueiredo) que interpreta é manco. "Meu personagem sofre muito por conta das coisas que acontecem na vida dele. Está sendo um desafio para mim, confesso". 

Paulo Vilela%3A 'Às 20h30 da noite você tem um momento para ligar a televisão e ver histórias legais%2C do bem contra o mal. Dá um refresco'Divulgação

Ele diz que se sentiu um "peixinho fora d’água" ao entrar na segunda fase da trama sem ter participado da primeira, mas se adaptou à rotina: "É um pessoal bastante unido para fazer com que essa novela desse certo. Estou encontrando meu caminho". E garante não se importar com números de audiência. "Às oito e meia da noite você tem um momento para ligar a televisão e ver histórias legais, do bem contra o mal. Dá um refresco. Mas isso (se preocupar com a audiência) não cabe a mim". 

Programas policiais 

Antes de ir para a Record, o ator teve passagem pela Rede Globo, na qual atuou nas novelas "Beleza Pura" (2008) e "Escrito nas Estrelas" (2010). Outra passagem curiosa pela emissora carioca se deu no programa "Linha Direta" (que misturava reportagens com simulações de casos reais), apresentado por Domingos Meirelles.

Paulo participou de duas encenações: "A Chacina da Candelária" e "Ana Lídia". "Eu lembro que vi vídeos dessas pessoas. É meio assustador você fazer um personagem que existiu", avalia.

Ele defende o formato policial de programas como "Cidade Alerta", "Balanço Geral" e "Brasil Urgente". "Não é sensacionalismo, é a vida real. Isso é o que acontece. A gente tem o momento de entender o que está acontecendo, de mostrar a realidade", fala o ator, que participou da série “Conselho Tutelar”, na Record, e do filme "Tropa de Elite", ambos repletos de críticas e denúncias sociais.

Últimas de Celebridades