Caged mostra fechamento de mais de 99 mil de emprego formal em janeiro

A série sem ajuste considera apenas o envio de dados pelas empresas dentro do prazo determinado pelo MTE

Por O Dia

São Paulo - Depois de registrar o fechamento de 1,5 milhão de vagas formais de emprego em 2015, o País iniciou o ano com mais um dado negativo do mercado de trabalho. O saldo de empregos em janeiro foi negativo em 99.694 postos, pior que o apresentado em janeiro do ano passado, quando ficou negativo em 81.774 vagas pela série sem ajuste, os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

O resultado, fruto de 1.205.040 admissões e de 1.304.734 desligamentos, é o pior para o mês desde 2009, quando o saldo de empregos em janeiro foi negativo em 101.748 postos, pela série sem ajustes. Os números foram divulgados nesta sexta-feira, pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social.

O saldo líquido de empregos formais no mês ficou dentro do esperado pelo mercado. Pesquisa do AE-Projeções realizada com 22 instituições do mercado financeiro apontava que o saldo líquido do Caged de janeiro seria de fechamento de 60.400 a 180.000 vagas. A partir deste intervalo, a mediana ficou negativa em 141 289 postos, valor mais pessimista que o divulgado hoje.

A série sem ajuste considera apenas o envio de dados pelas empresas dentro do prazo determinado pelo MTE. Após esse período, há um ajuste da série histórica, quando os empregadores enviam as informações atualizadas para o governo.

Últimas de Economia