Balança comercial do país tem o melhor saldo em quatro anos

A balança também teve saldo positivo de R$ 4,435 bilhões em março, o melhor para o mês desde 1989

Por O Dia

Rio - O saldo da balança comercial brasileira no primeiro trimestre de 2016 está positivo em US$ 8,4 bilhões. Esse é o terceiro melhor resultado da história, informou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, atrás apenas dos registrados para o primeiro semestre de 2006 e 2007. A balança também teve saldo positivo de R$ 4,435 bilhões em março, o melhor para o mês desde 1989.

O diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação do ministério, Herlon Brandão, esclareceu que o superávit é decorrente da queda das importações em ritmo mais acelerado que as exportações, fenômeno verificado desde o ano passado. Para 2016, o governo mantém a estimativa de superávit de US$ 35 bilhões.

“O superávit de março, que é histórico, se dá por conta de uma queda da importação superior à da exportação. A queda da importação está mais associada à atividade econômica e câmbio (pois o dólar em alta encarece as importações)”, explicou o diretor.

Brandão acrescentou que, no caso das exportações, há uma redução de preços, “devido ao desaquecimento da economia mundial e também maior oferta”. “Por outro lado, continuamos com crescimento do volume exportado e isso é bem significativo”, completou.

Segundo ele, entre os destaques na pauta de exportações está a soja, que registrou aumento de 49,8% na quantidade embarcada e de 32,2% no valor exportado em março, ante o mesmo mês de 2015. “A soja deve ter um aumento de quantidade, em relação a 2015, mas também está entrando (sendo embarcada) mais cedo”, informou Brandão. Ele citou a previsão da Companhia Nacional de Abastecimento, segundo a qual o volume de soja exportado deve ficar em 56 milhões de toneladas este ano, ante 54 milhões de toneladas na safra passada. 

Últimas de Economia