Estado terá seis meses para definir modelo de venda da Cedae

Ações da companhia de saneamento serão colocadas como garantia para empréstimo de R$ 3,5 bilhões aos cofres do governo estadual

Por O Dia

Rio - A venda da Cedae será proposta pelo estado em projeto de lei encaminhado ainda nesta quinta-feira à Alerj. Segundo fontes do Executivo, o governo Pezão terá seis meses para definir o modelo dessa operação.

Inicialmente, o governo federal afirmou que a companhia seria federalizada. E o processo de privatização da Cedae seria feito pela União. No entanto, nesta quarta-feira, o deputado da base governista, André Corrêa (DEM), declarou na Alerj que a empresa não seria mais federalizada e que quem cuidaria da venda seria o estado.

Fontes afirmam, no entanto, que o projeto de lei não dá detalhes sobre a federalização ou não da companhia.

As ações da Cedae serão colocadas como garantia pelo estado para os bancos liberarem empréstimo de R$ 3,5 bilhões, com destinação ao pagamento das folhas atrasadas (dezembro e décimo terceiro) do funcionalismo

Últimas de Economia