FGTS inativo creditado na poupança

Caixa abre hoje de 9h às 15h para atender trabalhador que nasceu em setembro, outubro e novembro

Por O Dia

Rio - Os trabalhadores nascidos em setembro, outubro e novembro com direito ao saque das contas inativas do FGTS e que têm poupança individual na Caixa Econômica Federal vão receber o crédito automaticamente sem precisar ir às agências.

Hoje, 130 unidades em todo o estado, sendo 59 no Município do Rio, vão abrir das 9h às 15h para atender mais de 679 mil beneficiados. O banco vai liberar R$ 1,2 bilhões para retirada em todo estado. No país, 2.015 agências vão atender hoje.

Ao todo%2C 7%2C5 milhões de trabalhadores têm direito a retirar os saldos nesta fase. O banco pagará R%24 10%2C9 biDivulgação

Além da conta poupança individual, quem tem caderneta conjunta ou conta corrente, terá direito ao crédito automaticamente. Mas para o segundo caso, é preciso ter feito a opção pelo site das contas inativas do FGTS ou pelo telesserviço no número 0800 726 2017.

Neste sábado, as unidades vão atender exclusivamente a quem for realizar saques, tirar dúvidas, promover acertos de cadastro e emitir senha do Cartão Cidadão.  Na última terça-feira, a Caixa anunciou a antecipação do pagamento da quarta fase da liberação de contas inativas do FGTS.

De acordo com a vice-presidente do Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Deusdina Pereira, a estratégia de adiantar o atendimento procurou beneficiar os trabalhadores, além de oferecer maior comodidade devido ao feriado de Corpus Christi, na quinta-feira. Inicialmente, a data prevista para a liberação dos saques era dia 16 de junho. Ao todo, 7,5 milhões de trabalhadores têm direito a retirar os saldos nesta fase. O banco espera pagar R$10,9 bilhões.

A partir de 14 de julho, será a vez dos trabalhadores nascidos em dezembro terem acesso ao FGTS inativo. Nessa última leva, os saques vão atingir 2,5 milhões de pessoas — 8,1% do total dos contemplados. O prazo final para retirada dos saldos de todos os trabalhadores é 31 de julho, independente do mês de nascimento.

Os valores não sacados após o prazo permanecerão nas contas do FGTS e poderão ser resgatados nos casos previstos na legislação do Fundo, como aquisição de imóvel e aposentadoria.

Entre 10 de março e 2 de junho, a Caixa Econômica registrou o pagamento de R$ 27,6 bilhões relativo às contas inativas do FGTS, 95,2% do total inicialmente previsto no período (R$ 29,1 bilhões). Foram contemplados 16,3 milhões de trabalhadores, o que representa 81% do total de beneficiados, segundo o banco.

Regras para o saque

- O que foi pago

Entre 10 de março e 2 de junho, a Caixa Econômica registrou o pagamento de R$ 27,6 bilhões relativos às contas inativas do FGTS, o que representa 95,2% do total inicialmente previsto no período (R$ 29,1 bilhões). Foram mais de beneficiados 16,3 milhões de trabalhadores em todo o país.

- Quem pode sacar

Pode fazer o saque das contas inativas do FGTS o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

- Como sacar

Além das agências, para valores inferiores a R$ 3 mil, também a partir deste sábado, os trabalhadores da quarta fase têm outras opções de saque: até R$ 1,5 mil no autoatendimento com a senha do Cidadão; até R$ 3 mil no autoatendimento com o Cartão do Cidadão e senha; até R$ 3 mil nas lotéricas e correspondentes com a identificação, o Cartão do Cidadão e senha.

- Acima de R$ 10 mil

Para sacar os valores acima R$ 10 mil, os trabalhadores precisam apresentar documento de identificação e a Carteira de Trabalho, ou outro que comprove a rescisão de seu contrato com a empresa.

- Valor não sacado

Os valores não sacados dentro deste prazo permanecerão nas contas do FGTS e poderão ser resgatados nos casos previstos na legislação do Fundo, como aquisição da casa própria e aposentadoria.

- Em dezembro

A partir de 14 de julho, será a vez dos trabalhadores nascidos em dezembro sacarem.

Últimas de Economia