Na torcida pelo Vasco, Eder Luis curte momento no Al-Nasr e projeta sucesso

Atacante está empolgado com início em Dubai, mas admite precária situação do futebol local: 'Depende dos estrangeiros'

Por O Dia

Dubai - Desde que deixou o Vasco, em agosto, Eder Luis vem se mostrando bastante feliz em Dubai. O atacante do Al-Nasr conseguiu emplacar um grande início no novo clube e já projeta uma trajetória de sucesso para os próximos dois anos de contrato com a equipe dos Emirados Árabes. De olho em conquistas, o planejamento da diretoria em conseguir alcançar novos títulos faz com que o atleta se mostre ainda mais animado.

Eder Luis chegou com moral ao novo clubeDivulgação

"Estou vivendo um momento muito bom, graças a Deus. O Al-Nasr ficou um grande tempo sem conseguir vencer nenhum campeonato, mas agora o clube quer mudar isso. É gostoso estar num time que tenha esse objetivo, queremos um título e a diretoria montou uma equipe acreditando nisso. Estamos bem no campeonato, entre os primeiros e com uma expectativa cada vez melhor. Espero que possamos continuar desta maneira", afirmou.

De outro lado, mesmo comemorando a boa fase, Eder admite que o nível do futebol nos Emirados Árabes não é dos melhores. Ciente das críticas feitas ao futebol local desde os tempos em que esteve no Brasil, o atacante revela que realmente há uma grande dependência dos estrangeiros, mas afirma que não é nenhuma situação tão assustadora como dizem.

"Desde que cheguei aqui me surpreendi um pouco. Achei que seria muito complicado, mas não é como estava pensando. Realmente existe uma diferença, mas não é tão ruim como dizem. A qualidade técnica realmente não se compara ao nível dos jogadores brasileiros, há uma grande dependência dos estrangeiros, mas é algo que pode melhorar cada vez mais", disse.

Longe do Brasil, jogador descarta Seleção

Mesmo empolgado com o bom início no Al-Nasr, pelo qual marcou cinco gols nos sete primeiros jogos, Eder Luis não convive mais com o sonho que é comum entre os jogadores de futebol: a Seleção. Ciente da pouca visibilidade que o futebol de lá transmite, o brasileiro admite que uma vaga na equipe de Luiz Felipe Scolari não é mais um fator que move seus passos no esporte.

Atacante vive boa fase nos Emirados ÁrabesDivulgação

"Não penso nessa hipótese, principalmente por jogar aqui. É difícil atuar aqui e conseguir um lugar na Seleção. Tive bons momentos no Brasil, mas acabei não tendo uma oportunidade lá, mas não me arrependo de nenhum momento da minha carreira, nem sequer me iludo com essas coisas. Se não veio esse espaço até agora, é porque não era para ter vindo. Fico acompanhando de longe, até porque a Seleção sempre esteve bem representada", comentou.

Atacante na torcida por superação do Vasco

Eder Luis conquistou a Copa do Brasil pelo VascoErnesto Carriço / Agência O Dia

Se em Dubai o momento de Eder Luis é dos melhores, a situação dos ex-companheiros do atacante é cada vez mais complicada. Sempre atento ao futebol brasileiro, o jogador revelou que vem acompanhando a dramática situação do Vasco no Campeonato Brasileiro e que segue na constante torcida para que seu ex-clube consiga se livrar do fantasma do rebaixamento. Para o atleta, a pressão sobre os jogadores é um dos fatores cruciais para que a equipe acabe se complicando ainda mais no torneio.

"Tenho acompanhado o Vasco e fico torcendo muito para que esta situação atual seja mudada. É difícil falar algo sobre um momento desses, é muito chato esse tipo de situação. É uma fase em que tudo acaba indo em direção contrária ao que a equipe precisa, nunca aparece algo a favor. Essa grande pressão sobre os jogadores também é algo que complica o rendimento deles, mas torço muito para que isso passe. Tenho muitos amigos lá e quero que eles consigam sair dessa", afirmou Eder, que também ressaltou a importância de Juninho para a equipe cruzmaltina:

"O Juninho é um cara que sempre está ali para ajudar. Ele voltou para o Vasco para ajudar o clube e tenho certeza de que ele quer muito sair desta situação. É um cara que sempre teve grandes conquistas na carreira, um grande ídolo do Vasco, então não medirá esforços para ajudar a equipe a fugir deste rebaixamento", concluiu.

Últimas de Esporte