Operário que morreu nas obras da Arena Corinthians é enterrado

Fabio Hamilton Cruz sofreu uma queda de oito metros, foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu sábado

Por O Dia

O operário que trabalhava nas obras da Arena Corinthians Fabio Hamilton da Cruz, que morreu no último sábado ao cair durante a montagem das arquibancadas, será enterrado por volta das 16h (de Brasília) deste domingo no Cemitério Municipal de Diadema, na grande São Paulo.

O corpo de Fabio foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) Leste e, sem seguida, liberado para o cemitério localizado na cidade onde o homem morava. O velório acontece desde às 10h, com a presença de familiares e imprensa.

Fabio era funcionário da empresa WDS Construções e se acidentou por volta das 10h30 do último sábado durante a montagem dos pisos das arquibancadas provisórias do setor sul. De acordo com o comunicado da Fast Engenharia, empresa responsável pela contratação da WDS e montagem da arquibancada móvel, a vítima "portava todos os equipamentos obrigatórios de segurança para a atividade".

A morte de Fabio foi a terceira contabilizada durante a construção do futuro estádio do Corinthians. Em novembro do ano passado, um guindaste caiu e vitimou duas pessoas: o motorista e operador Fabio Luiz Pereira, 42 anos, e o montador Ronaldo Oliveira Santos, 44. O acidente provocou atrasos na Arena, uma vez que destruiu a fachada de LED do estádio.

A Arena Corinthians é palco da abertura da Copa 2014, na partida entre Brasil e Croácia, no dia 12 de junho. O estádio tem 98% das obras concluídas e previsão de entrega para o dia 15 de abril.

Últimas de Esporte