Surfista havaiano é traído pelo mar e quase perde a vida em final de campeonato

Kalani Chapman disputava torneio na sua terra natal quando sofreu uma queda, foi acertado pela própria prancha e acabou desmaiando

Por O Dia

Havaí - Até mesmo os atletas mais experientes estão sujeitos a sofrer com problemas em seus esportes. Esse risco aumenta quando a prática envolve a natureza, que não pode ser controlada. É o caso do surfe e, na última sexta-feira, o mar quase tirou a vida de um surfista havaiano.

Surfista é natural do Havaí%2C mas foi surpreendido pelas ondasReprodução Facebook

Kalani Chapman, de 34 anos, é natural do Havaí e surfava em Pipeline, conhecida mundialmente por conta de diversas competições, realizadas todo ano em suas águas. Com grandes ondas, o havaiano conseguiu entrar numa delas e tudo ia bem até o momento em que o mar "quebrou".

Perdido em meio à espuma, Chapman não voltou à superfície e tudo que pôde ser visto era sua prancha boiando. Outros surfistas que competiam naquele momento ajudaram no resgate, assim como pilotos de jet-ski que já estavam na água. 

O atleta foi atingido por sua própria prancha e, por conta disso, acabou desmaiando. No entanto, o resgate foi eficiente e, depois de ser levado ao hospital, Chapman passa bem e não corre risco de vida.

Últimas de Esporte