Governo do Estado deve realizar nova licitação para gestão do Maracanã

Odebrecht já abriu mão de administrar o estádio, mas passaria a responsabilidade para a Lagardère, que promete protestar judicialmente

Por O Dia

Rio - Alvo de muita polêmica por conta da sua não utilização, o Maracanã deve ser administrado por uma nova empresa nos próximos meses. O governador Luiz Fernando Pezão teria definido que uma nova licitação deve ser feita para determinar quem será o responsável por viabilizar o estádio.

Maracanã pode ter nova licitaçãoCarlos Eduardo Cardoso / Agência O Dia

A informação, ainda não confirmada pelo Governo do Estado, cancelaria o acordo já feito entre Odebrecht, atual responsável pela gestão do Maracanã, e Lagardère, que assumiria a administração do estádio, segundo informações da revista 'Veja'.

O principal motivo para a quebra de expectativa e realização de uma nova licitação seriam as denúncias de corrupção envolvendo a Odebrecht e o estádio. Essa nova concorrência abriria vaga para que os clubes participassem.

A posição oficial do Governo, no entanto, é de que existe uma avaliação de "todas as alternativas existentes quanto ao uso e gestão do equipamento, sempre observadas condicionantes legais aplicáveis e o atual estágio do contrato de concessão em vigor."

Caso a nova licitação seja confirmada, a Lagardère, que perdeu a concorrência original justamente para a Odebrecht, deve tomar medidas judiciais para não perder a chance de administrar o Maracanã.

Últimas de Esporte