Duelo de titãs: brasileiros são atração de Juventus e Real na final da Champions

Daniel Alves, Alex Sandro, Casemiro e Marcelo estarão de lados opostos

Por O Dia

País de Gales - Daniel Alves, Alex Sandro, Casemiro e Marcelo dão a pitada brasileira ao duelo ítalo-espanhol entre Juventus e Real Madrid, neste sábado, às 15h45, no Millennium Stadium, em Cardiff, no País de Gales. Mas dois ex-jogadores, reverenciados e campeões nos dois clubes europeus, metem a colher nesta final de Liga dos Campeões: o ex-zagueiro Julio César, que conquistou a Copa da Uefa de 1993 pela Velha Senhora, e o ex-atacante Evaristo de Macedo, que faturou três campeonatos espanhóis pelos merengues (1963, 1964 e 1965).

Daniel Alves veste a camisa da JuventusReprodução Instagram

Eles têm a receita ideal para que seus compatriotas apimentem ainda mais a disputa pela ‘Orelhuda’, prato principal a ser servido ao campeão continental: ginga à vontade, tempero indispensável para se saborear qualquer conquista — o Real Madrid busca sua 12ª taça, enquanto a Juventus quer a terceira na história.

"É muito bom ver quatro brasileiros como titulares nesta decisão. Isso mostra a qualidade do nosso jogador. O país estará bem representado", avalia Julio César. “O conceito do jogador brasileiro segue em alta mesmo depois dos 7 a 1 na Copa do Mundo. Continuamos em evidência e isso é muito bom”, frisa Evaristo.

Apreciadores do futebol bem jogado, Julio César e Evaristo também degustam o cardápio variado de craques — a decisão reúne jogadores de 19 países. Para Evaristo, a cereja do bolo fica por conta da presença de Cristiano Ronaldo, maior artilheiro da Champions: 103 gols.

"Ele faz a diferença em um time um pouco acima da média, com jogadores de boa qualidade e que se completam muito bem. Se pararem Cristiano Ronaldo, tem Modric, Benzema, Kroos... A missão da Juventus não será fácil", avisa Evaristo.

CONFIANÇA EM BUFFON

Julio César não vê motivo para indigestão da segura defesa da Juventus, que sofreu apenas três gols na competição e onde se destaca o trio Barzagli-Bonucci-Chiellini. "Cristiano Ronaldo não é espetacular, mas, dentro da área, um grande finalizador. Espetacular é o Messi”, enfatiza, admitindo: “Do meio para a frente, o Real tem um conjunto fantástico."

O ex-zagueiro vai torcer pela invicta Juventus, que luta pela tríplice coroa na temporada. Ele não vê favorito, mas aposta no talento de Buffon. Aos 39 anos, o goleiro busca o primeiro título da Champions. "Será empate no tempo normal e na prorrogação. Nos pênaltis, Buffon vai garantir o título", prevê Julio César, otimista.

Evaristo é mais enfático. "O Madrid é favorito. Tem mais posse de bola e joga mais para a frente, embora a Juventus seja um adversário perigoso, que conta com Daniel Alves em grande fase. Será um duelo de poucos gols, mas vai dar Real", garante, propondo um brinde ao novo campeão.

Últimas de Esporte