Arbitragem teve acerto de 90% nos impedimentos do Brasileirão, diz CBF

Essa doi a primeira vez que a entidade fez este tipo de análise

Por O Dia

Rio - A arbitragem do Campeonato Brasileiro acertou nas decisões em relação a impedimento em 90,9% dos casos, de acordo com a CBF. Segundo números do Relatório de Análise de Desempenho de Arbitragem (RADAR), elaborado pela Comissão de Arbitragem da entidade, foram apenas 205 erros de um total de 2.259 casos analisados e arquivados no banco de dados em vídeos.

O número de acertos foi de 2.054, alcançando a marca de 90,9%. Os casos analisados envolveram a decisão do árbitro assistente sobre se houve ou não impedimento nos lances. O bandeirinha que mais se destacou no fundamento foi Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG), com apenas três erros em 30 marcações, em 19 jogos. Segundo a CBF, em nenhum dos lances houve interferência no resultado da partida.

Foi a primeira vez que a CBF fez este tipo de análise da arbitragem. Isso foi possível graças à utilização do RADAR. Na avaliação da entidade, a ferramenta permitiu uma avaliação mais científica da atuação dos árbitros ao longo do Brasileirão.

"Não estamos mais preocupados apenas com o que o árbitro marcou, mas também com o momento que se deixa de levantar a bandeira numa aparente situação de impedimento. A Comissão entendeu que dentro deste novo conceito é gerado um impacto importante, que permite que você consiga analisar se aquele assistente tem uma capacidade de discernir o lance de uma forma mais eficiente", afirmou o estatístico Ítalo Medeiros, consultor da Comissão de Arbitragem da CBF.

Últimas de Esporte