Presidente do Botafogo afirma que Paes prometeu volta do Engenhão no Carioca

Segundo o mandatário, Alvinegro poderá utilizar o estádio na estreia da equipe no dia 1º de Fevereiro contra o Boavista

Por O Dia

Rio - O Estádio do Engenhão está perto de voltar a ser palco de jogos do Botafogo. Em entrevista à ESPN Brasil, o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, afirmou que o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, prometeu entregar o estádio ao Glorioso na primeira rodada do Campeonato Carioca, no dia 1º de fevereiro, contra o Boavista.

Carlos Eduardo Pereira afirmou que prefeito do Rio garantiu retorno do Engenhão em FevereiroAndré Mourão

"Esperamos que esteja disponível na primeira rodada do Campeonato Carioca como nos prometeu o Eduardo Paes [prefeito do Rio de Janeiro]. É um ativo importante para a geração de novas receitas no clube", disse o presidente.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

O estádio está fechado para obras na cobertura desde 26 de março de 2013. No começo desde mês, o teto do Engenhão cedeu 40 centímetros, porém, o problema não deve atrasar ainda mais o retorno. Carlos Eduardo Pereira falou sobre algumas surpresas nos primeiros dias de gestão no Botafogo. Segundo ele, surgiram dívidas que não estavam previstas no balanço do clube.

"É um pouco pior do que esperava [a situação financeira]. Fizemos analise superficial durante o período eleitoral, mas agora surgem passivos que não estavam no balanço, na previsão. A falta de credibilidade também é outro obstáculo. Estamos altamente endividados, com receitas comprometidas e não temos credibilidade. Com isso tudo, é uma situação de praticamente insolvência. Temos tentado resgatar a credibilidade na questão de honrar os compromissos. Não teremos nem um orçamento completo, que seria de R$ 100 milhões, teremos apenas R$ 57 milhões em 2015. Teremos que gerar dinheiro novo. Precisaremos contar com a compreensão dos credores em aceitar propostas de renegociação das dívidas também", explicou.