Van Persie tenta frear euforia na seleção holandesa: 'Longo caminho pela frente'

Atacante pede 'pé no chão' para otimismo não atrapalhar atuação da equipe contra a Austrália

Por O Dia

Van Persie tenta frear a euforia na HolandaAlessandro Buzas / Agência O Dia

Rio - A vitória da Holanda sobre a Espanha é inesquecível. Pelo menos, foi assim que Robin Van Persie classificou o triunfo. Apesar da euforia, o herói do duelo tenta conter o otimismo. Depois do golaço, o atacante pediu "pés no chão" para seleção laranja seguir bem na Copa do Mundo.

"A Copa mal começou. Conseguimos um resultado impressionante, mas temos um longo caminho pela frente. A euforia vai embora tão rapidamente quanto ela surge. Temos de nos assegurar de segurá-la, não apenas pelos fãs, mas também por nós jogadores. Como um país, não devemos ficar à frente de nós mesmos. Temos que nos manter realistas", disse Van Persie, em entrevista ao site da Fifa.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Os torcedores, no entanto, estão em êxtase. Diversas montagens surgiram na Internet imitando o movimento de Van Persie no primeiro gol dele sobre a Fúria. A brincadeira até ganhou nome: "persieing"

"Todo mundo está eufórico e feliz na Holanda. Estamos lidando com expectativas das pessoas, que estavam baixa em relação a outros anos. Eu acho que isso foi uma vantagem porque ninguém esperava muito de nós. Mas depois de um desempenho como esse, a dinâmica naturalmente muda. Mas esses foram apenas os três primeiros pontos. O foco agora é a Austrália. Acredito que será um jogo totalmente diferente", afirmou.

A Holanda encara a Austrália, na quarta-feira, às 13h, no Beira Rio, em Porto Alegre. Em caso de vitória, poderá garantir a vaga nas oitavas de final de forma antecipada. Mesmo encarando um time de menor tradição, Van Persie pregou respeito.

"A Austrália tem um estilo muito diferente, e acredito que teremos de ajustar nosso jogo para vencê-los. Temos uma comissão técnica fantástica, que sabe exatamente como nos preparar para os jogos. Por isso, não estou preocupado", disse.

Últimas de _legado_Copa do Mundo