Amigo de Paulo Bento, português Paulo Morgado trocou a Europa pela Amazônia

Reencontro com seleção natal vai acontecer no próximo sábado

Por O Dia

Amazonas - O sotaque é inconfundível, mas o português Paulo Morgado conhece as ruas de Manaus como um típico manauara. Há três anos, o treinador aceitou o desafio de desbravar o futebol amazonense e não voltou mais para Lisboa. Quis o destino que ele reencontrasse Portugal no ‘quintal’ de casa. De maneira informal, serviu à pátria durante a Copa do Mundo. Amigo de Paulo Bento, ele tem trocado informações com a comissão técnica e será recebido pela delegação portuguesa no sábado.

“Tenho muitos amigos na comitiva portuguesa. Fiz o curso de técnico na Uefa na mesma turma que Paulo Bento. Recebi a comissão técnica em Manaus, em janeiro. Sempre perguntam sobre a questão climática.De certa maneira, consegui auxiliá-los e deixei minha contribuição”, disse Paulo Morgado.

No encontro com a delegação portuguesa, ele receberá o prometido ingresso para acompanhar o duelo contra os Estados Unidos, domingo, na Arena Amazônia. Apesar da desastrosa estreia na derrota para a Alemanha, Morgado aposta em duas vitórias de Portugal na sequência do Mundial, com o dedo de Cristiano Ronaldo.

Português deixou a Europa para trabalhar no Amazonas como técnico de futebol.Ernesto Carriço

“Acredito na classificação, com vitórias sobre Estados Unidos e Gana. Portugal não é só Cristiano Ronaldo, mas depende muito de seu talento. A pressão não o atrapalha. Ele é muito profissional, se cobra e será um dos nomes do Mundial. As duas vitórias em que aposto terão o dedo dele”, cravou Morgado.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Anfitrião de Portugal em Manaus, o técnico controla a ansiedade às vésperas do reencontro com a sua seleção. Embora considere Alemanha e Brasil favoritos ao título, após a queda da Espanha, Morgado revela que a sensação de prestigiar seu país à beira do campo não tem preço. “Longe de casa, me sinto muito mais português. Valorizo ainda mais minhas raízes. Será um dia especial. Certamente as lágrimas vão rolar quando o hino português tocar em Manaus”, confidenciou Morgado.

LEIA MAIS: A tabela e a classificação da Copa do Mundo

De olho em seu pupilo na seleção

Amigo de Paulo Bento, Paulo Morgado teve a chance de conhecer Cristiano Ronaldo, mas é o pupilo Rúben Amorim que ele gostaria de ver em ação contra os Estados Unidos. Atualmente no Benfica, o volante treinou sob o comando do técnico na base do Belenenses.

“Ele foi meu jogador na categoria juvenil e juniores. Faz mais de uma função. Além de jogar no meio, pode ser deslocado para a lateral direita. É uma opção”, disse Morgado.

Sobre a expulsão de Pepe na goleada para a Alemanha, o treinador achou mais do que justa. Certamente não faltará assunto no encontro com Paulo Bento na base de Portugal em Manaus.

Falta de infraestrutura preocupa treinador

Em três anos de trabalho em Manaus, Paulo Morgado coleciona passagens no comando do Rio Negro, Penharol, Fast Club e Manaus F.C. Tempo suficiente para conhecer a dificuldade de se trabalhar longe dos principais centros de futebol do país e garantir histórias ‘inacreditáveis’ em sua carreira de treinador no Brasil.

“A questão da infraestrutura e falta de organização são preocupantes no futebol amazonense. Tive receio ao aceitar o convite. Tive sorte de trabalhar no Fast, mas na segunda passagem por lá a diretoria decidiu montar o time. Como cheguei no meio do Estadual, decidiram que tinham mais conhecimento do que eu. Foi inacreditável”, disse Morgado.

Atualmente desempregado, ele tem sondagens de clubes do Pará e de Portugal, mas a filha, Daniela, é o principal motivo para ele seguir firme e forte em Manaus.

Últimas de _legado_Copa do Mundo