Em um jogo fraco, Origi marca no fim e classifica a Bélgica para as oitavas

Atacante saiu do banco e marcou aos 42 minutos do 2º tempo

Por O Dia

Rio - Na briga pela liderança do Grupo H, Bélgica e Rússia abriram a rodada de jogos deste domingo, no Maracanã. A partida teve poucos lance de perigo e muito vigor físico na marcação. A torcida brasileira até ensaiou gritos de 'Segunda Divisão' e 'Times sem-vergonha'. O duelo se juntou a Nigéria x Irã como um dos piores do Mundial. Mesmo assim, Origi conseguiu fazer o gol da vitória belga, no fim da partida. Um fato curioso é que o gol foi embalado por gritos "Mengo" das arquibancadas por parte de torcedores do Flamengo.

LEIA MAIS: Confira notícias e bastidores da Copa do Mundo

Fora do estádio um forte esquema de segurança foi montado para evitar uma nova invasão de torcedores. Na quarta-feira, 88 chilenos foram detidos no Maracanã depois de tentarem invadir o estádio por dentro do Centro de Imprensa.

A vitória colocou os belgas nas oitavas de final da Copa do Mundo. Mesmo com mais posse de bola no primeiro tempo, a principal chance de gol foi dos russos, em uma cabeçada de Kokorin. Na segunda etapa, as equipes voltaram desanimadas e pouco inspiradas. E Origi foi o responsável por salvar o confronto do 0 a 0, marcando o único gol do jogo.

Na última rodada do Grupo H, a Rússia enfrenta a seleção da Argélia, na Arena da Baixada, em Curitiba. Os belgas enfrentam a Coreia do Sul, na Arena Corinthians. Ambas partidas acontecem no dia 26, às 17h.

Geração da Bélgica consegue a segunda vitória na Copa do Mundo, mas ainda não convenceuMárcio Mercante

O JOGO

Com as duas equipes se estudando, o jogo começou morno e com faltas. A posse de bola do time belga era bem superior. Nos primeiros 10 minutos de partida, os Diabos tinham 86% de controle do jogo. Fellaini e De Bruyne alternavam as subidas ao ataque para apoiar Hazard e Lukaku.

Mas o primeiro chute perigoso foi russo. Fayzulin tentou da entrada da área, mas o goleiro Courtois fez boa defesa, afastando a bola para o lado.

A Bélgica respondeu minutos depois com Mertens. O meia fez boa jogada individual e bateu de direita, mas a bola passou perto da trave, indo para fora. Isolado no ataque, Lukaku tinha trabalho para passar pela defesa russa.

Aos poucos os russos foram crescendo na partida, mas sem dar muito trabalho ao goleiro Courtois. Aos 30 minutos, Vertonghen entrou no lugar do lateral Vermaelen. O belga já tinha sentido o joelho esquerdo no aquecimento.

FOTOGALERIA: Confira as imagens da vitória da Bélgica contra a Rússia

Mertens era o jogador mais perigoso da Bélgica. Pelo lado russo Kokorin teve a principal chance de gol do primeiro tempo. O atacante recebeu um cruzamento pela esquerda e cabeceou sozinho dentro da área. A bola passou rente à trave do goleiro Courtois, que só ficou olhando.

Na segunda etapa, as equipes voltaram mais focadas em defender. Tentando renovar o pique no ataque belga, o treinador Wilmots tirou Lukaku para a entrada de Origi, a decisão não agradou ao titular, que saiu de campo sem falar com o comandante. A Rússia estava pouco inspirada nos passes, errando boa parte deles.

Irritados, os brasileiros presentes nas arquibancadas do Maracanã gritavam 'Ão ão ão, Segunda Divisão' e 'vergonha, times sem-vergonha' por conta do baixo nível técnico que as equipes demostravam, maltratando o gramado do Estádio Mário Filho.

Quando o jogo parecia caminhar para mais um 0 a 0, em um contra-ataque, Hazard fez jogada individual pela esquerda e invadiu a área. O meia tocou para Origi que pegou de primeira, estufando a rede do Maracanã e marcando o único gol do jogo em uma das piores partidas desta edição da Copa do Mundo.

Origi foi o autor do gol da vitória da BélgicaReuters

FICHA TÉCNICA

Bélgica 1 x 0 Rússia

Estádio: Maracanã (Rio de Janeiro)
Árbitro: Felix Brych (Alemanha)
Público: 73.815
Gol: Origi (Bélgica, 42' do 2ºT).
Cartão Amarelo: Glushakov (Rússia, 36' do 1ºT), Witsel (Bélgica, 08' do 2ºT), Alderweireld (Bélgica, 28' do 2ºT).
Cartão Vermelho: -

Bélgica: Courtois, Alderweireld, Van Buyten, Kompany e Vermaelen (Vertonghen, 30' do 1ºT); Witsel e Fellaini; Mertens (Mirallas, 30' do 2ºT), De Bruyne e Hazard; Lukaku (Origi, 12' do 2ºT). Treinador Marc Wilmots.

Rússia: Akinfeev, Kozlov (Eshchenko, aos 16' do 2ºT), Berezutsiy, Ignashevich e Kombarov; Glushakov e Fayzulin; Samedov (Kerzhakov, aos 44' do 2ºT), Kanunnikov e Shatov; Kokorin. Treinador Fábio Capello.

Últimas de _legado_Copa do Mundo