Flamengo fecha parceria de seis meses e concretiza retorno ao Maracanã

Contrato será de seis meses e servirá como uma análise do clube para a possível prorrogação do vínculo

Por O Dia

Rio - O Flamengo está de volta ao Maracanã. Na tarde desta sexta-feira, o Consórcio responsável pelo Maracanã aceitou a proposta feita pelo clube da Gávea e a parceria terá a duração de seis meses. Com o acordo, a equipe rubro-negra já deve disputar o clássico contra o Botafogo, no dia 28, será a primeira partida do Fla no estádio.

Com o acordo, o clima no Flamengo é de alegria. De acordo com Rodrigo Tostes, vice de finanças do Rubro-Negro, o contrato estabelecido é visto com ótimos olhos pela direção do clube e que o sentimento maior é o de voltar a se sentir um dos "donos" do estádio. Sobre o pequeno tempo de acordo, o dirigente afirma que o período servirá de teste para uma possível prorrogação do vínculo.

"O contrato é o melhor que poderia ter sido feito para o Flamengo. Vamos testar o Maracanã por seis meses e fazer uma avaliação para o futuro. O sentimento é de vitória dentro do clube por obter as condições que queríamos. Não nos sentimos inquilinos do Maracanã, é uma parceria com o Consórcio. Também nos sentimos donos", afirmou.

Flamengo acerta retorno ao Maracanã por seis mesesDivulgação

Insatisfeito com a condição de só se beneficiar com os 43 mil ingressos que seriam disponibilizados ao clube, o Flamengo realizou uma contra-proposta e teve a aceitação do Consórcio. Com a parceria, o Rubro-Negro terá direito a uma porcentagem na venda dos camarotes, setores premium, área vip, estacionamento e bares, além da carga de ingressos definida. Os valores foram mantidos em sigilo a pedido do Consórcio.

O Flamengo terá direito a uma loja dentro do estádio, a um vestiário exclusivo e a torcida será mantida no antigo local de costume, à esquerda das cabines de rádio. 

Antes do Flamengo, o Fluminense já havia assinado o acordo por 35 anos. O Tricolor aceitou as condições impostas pelo Consórcio de lucrar apenas com a venda dos 43 mil ingressos a que tem direito. Em contrapartida, o clube não terá mais de pagar as taxas e o quadro móvel em dia de jogos. Todos os gastos serão arcados pelo novo parceiro. No caso do Fla, haverá a divisão das despesas.