Após terceiro lugar, Marquinhos afirma: 'Vitória importante para o psicológico'

Flamengo venceu o Peñarol por 97 a 81 neste domingo no Maracanãzinho

Por O Dia

Rio - Favorito ao título e jogando em casa, o Flamengo decepcionou na Liga das Américas e ficou apenas com o terceiro lugar da competição após vencer o Peñarol neste domingo por 97 a 81. Para o ala Marquinhos, apesar de não ser o ideal, a vitória sobre os argentinos tem um peso importante para o restante da temporada, onde o Fla ainda vai tentar o tricampeonato do NBB.

"Não era aquilo que almejávamos, mas é coisa do esporte. Esperávamos ganhar, ainda mais jogando em casa, mas acabamos com duro revés contra o Pioneros. Tivemos a torcida a favor, mas não soubemos jogar com a pressão dos nossos torcedores e infelizmente não conseguimos ganhar. Fizemos nosso papel de chegar até aqui, jogando duro, buscando a vitória, e fico feliz por mim e pela minha equipe por ter saído com a vitória hoje que é muito importante para o nosso psicológico pelo restante da temporada", afirmou.

Flamengo vence o Peñarol por 97 a 81 e conquista terceiro lugar neste domingo no MaracanãzinhoDivulgação

O ala-pivô Olivinha admitiu que todo o elenco ficou frustrado pela derrota contra o Pioneros no sábado, mas comemorou o terceiro lugar na Liga das Américas. Apesar de não ter sido o ideal e afirmou que é melhor para o time encerrar a competição de forma honrosa.

"Sem dúvida nenhuma. Lógico que é melhor você terminar com uma vitória, viemos para disputar o terceiro lugar e sempre que o Fla entra em quadra é para ganhar, não importa quem esteja do outro lado, e hoje não foi diferente. A equipe ainda está bastante frustada, passamos a noite em claro pensando no jogo de ontem, mas hoje conseguimos reagir, saímos com a vitória e ficamos com o terceiro posto que foi o melhor que poderíamos fazer", disse.

Agora o Flamengo retorna às quadras na próxima quinta-feira e terá pela frente o Basquete Cearense, fora de casa, às 20h, pelo NBB, onde ocupa a terceira colocação com 17 vitórias em 24 jogos.

Colaborou Edsel Britto