Com recorde de público, Flamengo encara o Coritiba para se manter no G-4

Nação comprou 67 mil ingressos para o duelo em Brasília

Por O Dia

Brasília - A torcida do Flamengo venceu de véspera ao estabelecer o novo recorde de público deste Campeonato Brasileiro. Os 67 mil ingressos colocados à venda para o jogo desta quinta-feira, contra o Coritiba, às 21h, no Mané Garrincha, foram esgotados. Se os rubro-negros vencerem, estabelecerão a marca inédita na história do clube de sete vitórias seguidas na competição, seguirão no G-4 e, dependendo de outros resultados, encostarão ainda mais nos três primeiros colocados. A Nação comprou o barulho.

Torcida do Flamengo foi recepcionar o time em BrasíliaElio Rizzo / Jornal de Brasília

“Acho essa mobilização importantíssima. O ressurgimento do Flamengo no cenário do Brasileiro é muito importante e valoriza a competição. Da nossa parte, do ponto de vista competitivo, temos que procurar nos resguardar e ter muita atenção com o adversário e com nossas incumbências”, disse o técnico Oswaldo de Oliveira, que prega serenidade para fazer a euforia jogar a favor: “O importante é que a equipe consiga se manter inalterada em relação às coisas que estão acontecendo no entorno, e que isso nos leve à vitória. Essa é nossa intenção.”

TEMPO REAL: Acompanhe, lance a lance, o duelo entre Flamengo e Coritiba

Ao desembarcar nesta quarta-feira na capital federal, a delegação rubro-negra sentiu um pouco do calor que, nesta noite, vai transformar o Mané Garrincha num caldeirão. Cerca de cem torcedores receberam os jogadores no aeroporto. Oswaldo foi muito assediado. A chegada dele marca a virada do Flamengo no Brasileiro. O treinador, no entanto, prefere o papel de coadjuvante: “Acho isso muito legal. Quanto a me sentir o cara... O cara é o Guerrero, é o Ederson, o Sheik, o Alan Patrick. Esses são os caras. Mas fico feliz de estar fazendo parte disso, mas muito com os pés no chão.”

Retorno de Alan Patrick anima Oswaldo de Oliveira

Se o bom momento do Flamengo é motivo de festa para a torcida, a volta de Alan Patrick enfeita o bolo. O meia caiu nas graças da galera com gols bonitos e capacidade de armar jogadas, como um autêntico camisa 10, embora vista a 19. Oswaldo de Oliveira comemora o retorno do jogador, que cumpriu suspensão na vitória sobre a Chapecoense, mas enaltece a força do grupo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

“O Alan vinha sendo reconhecido, todo mundo comentando muito. Acho legal a volta dele, mas gostei muito do time contra a Chapecoense também, sem ele. Estou feliz com a volta dele, mas também satisfeito com o que nós mostramos no jogo de domingo”, afirmou.

Alan Patrick volta no lugar de Marcelo Cirino e o resto do time será o mesmo do último domingo. Ederson, que estava machucado, ficará no banco, já que ainda não recuperou plenamente a forma física. Sheik, Wallace e Guerrero continuam fora. O peruano é quem está mais perto de retornar.