Começo ruim! Na Flórida, Flu joga mal e acaba derrotado pelo Bayer Leverkusen

Equipe carioca volta aos gramados contra o Colônia no sábado

Por O Dia

Estados Unidos - A primeira partida do Fluminense, após o fim da parceira de 15 anos com a Unimed, não foi do jeito que a torcida tricolor esperava. Sem Fred, o Tricolor entrou em campo com as suas outras estrelas, na primeira etapa, e saiu perdendo. No fim, o clube das Laranjeiras acabou derrotado por 3 a 0 pelo Bayer Leverkusen, no Flórida Cup, competição realizada em Orlando, nos Estados Unidos, onde o Tricolor faz a sua pré-temporada.

O Fluminense volta aos gramados pela competição no sábado, quando enfrenta o também alemão, Colônia. Além das duas equipes europeias, o Corinthians participa da competição. Os dois clubes brasileiros não vão se enfrentar no torneio, assim como os clubes do país da seleção tetracampeã mundial.

Fluminense foi derrotado pelo Bayer por 3 a 0Divulgação

O JOGO

O clube carioca entrou em campo com: Cavalieri, Renato, Guilherme Mattis, Henrique, Guilherme Santos; Edson, Jean, Conca, Wagner; Lucas Gomes e Walter. Com uma equipe com várias modificações dentre o elenco que terminou a última temporada, o clube carioca sentiu a falta de entrosamento. Com muitas dificuldades, os tricolores acabaram sendo encurrados no começo da partida pelo Bayer. Com Walter bastante isolado, as principais tentativas ofensivas do Flu morriam em Conca e Wagner. Os novatos, laterais Renato e Guilherme Santos, mostravam bastante timidez, assim com o atacante Lucas Gomes.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Com mais posse de bola, o Bayer conseguiu o seu gol apenas no fim da primeira etapa. Após cobrança de escanteio de Calhanoglu, Kiessling subiu mais alto que a zaga do Fluminense e cabeceou vencendo Diego Cavalieri, que antes já havia salvado o Tricolor em outras chegadas dos alemães.

Na segunda etapa, as duas equipes voltaram bastante modificadas. Com uma equipe mais jovem, o Fluminense passou a apostar na velocidade. Rafinha, Marlone e Igor Julião buscaram algumas jogadas de fundo, mas Michael não estava em um dia muito inspirado e a pouca movimentação do atacante tricolor acabou complicado a partida. 

Aos 32 minutos, o Bayer ampliou, e em um lance bem semelhante ao primeiro gol. Após cobrança de outro escanteio, Rolfes desviou no cantindo, sem chances para Klever. Logo depois, os alemães fecharam a conta. Depois de grande tabela, Drmic tocou para o fundo das redes.