Desfigurado, Fluminense é Magno Alves e mais dez contra o Paysandu

Atacante é a aposta de Enderson Moreira para quarta-feira

Por O Dia

Rio - Desgraça pouca é bobagem. O Fluminense encara sua pior maratona na temporada - com jogos quarta e domingo - e, de quebra, possui dez desfalques para enfrentar o motivado Paysandu, nesta quarta-feira, no Mangueirão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Em treinamento realizado nesta segunda-feira, no CT do Corinthians, em São Paulo, o técnico Enderson Moreira tentou tirar coelho da cartola e aposta no veterano Magno Alves, de 39 anos, para evitar uma eliminação que custaria caro ao Tricolor.

Fluminense aposta em Magno Alves contra o PaysanduDivulgação

“São muitos problemas. E esse maratona cansa, é fato. Temos de passar por cima disso tudo, porque vale a passagem de fase, independentemente de desfalques ou do desgaste. Vamos para a batalha”, afirmou o Magnata.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

O veterano atacante terá a missão de comandar uma reformulada equipe do Flu contra a sensação paraense do lateral Yago Pikachu. É grande a lista de jogadores fora de combate: Fred, Diego Cavalieri, Wellington Silva, Giovanni, Breno Lopes, Osvaldo e Rafinha estão lesionados, enquanto Ronaldinho e Gerson se recondicionam fisicamente. Wellington Paulista já atuou pelo Coritiba na competição e também está fora.

Mas nem isso tira a confiança de Magno Alves. Após marcar seu primeiro gol no retorno ao clube, na partida de ida, contra o Paysandu, o Magnata espera repetir a dose no Mangueirão. Mas alerta a pedreira que é o Papão.

“Vou dar o meu melhor. Sabemos da importância do jogo, é o caminho mais curto para a Libertadores, mas será difícil. Tivemos o exemplo da primeira partida. Vamos enfrentar um time teoricamente pequeno, mas não esquecemos que são os pequenos que atrapalham muito”, analisou.

Preocupado com as poucas peças disponíveis no elenco, Enderson Moreira pediu a integração do meia Robert e conta com o volante Douglas, ambos do time sub-20, na viagem para Belém.

“A gente tem convivido com alguns problemas agora. A sequência tem sido difícil. Temos que, acima de qualquer coisa, buscar alternativas”, declarou o treinador.