Sonho vira decepção: Sarah perde de novo e fica sem medalha na Olimpíada

Campeã olímpica se despede de forma amarga do Rio

Por O Dia

Rio - O sonho de ser bicampeã olímpica se transformou em frustração para a judoca Sarah Menezes, no Rio. Poucas horas depois de perder para a cubana Alvarez Mestre, ela caiu na repescagem para Urantsetseg Munkhbat, da Mongólia, na repescagem, neste sábado, na Arena Carioca 2, no Parque Olímpico, pela categoria até 48 kg. Desta forma, Sarah não tem mais chance de medalha.

Sarah Menezes ainda machucou o cotovelo na derrota que a tirou da briga pela medalha de bronzeClayton de Souza / Estadão / NOPP

O discurso antes de a Olimpíada começar era otimista. Sarah chegou a declarar que era a atleta a ser batida. Porém, não conseguiu transformar a confiança em resultado. Ela se despede de forma amarga, sem o sonhado bicampeonato.

LEIA MAIS: Kitadai leva outro ippon e também fica sem medalha na Olimpíada do Rio

Urantsetseg Munkhbat, campeã mundial em 2013, castigou a brasileira no chão. Sarah escapou na marra de uma arm lock nos segundos finais do tempo normal. Com a luta empatada, um shido para cada lado, a "decisão" foi para o golden score. Novamente no chão, Munkhbat encaixou uma chave de braço, forçando a brasileira a bater: ippon e fim do sonho.

Sarah, com problema no cotovelo direto, foi examinada depois da luta. O médico Matheus Saito abordou a situação da judoca.

"Fazer mais exames e determinar exatamente qual é a lesão que aconteceu. Ela relatou a sensação de que o cotovelo saiu do lugar e ela mesma recolocou no fim do tempo normal. É uma lesão relativamente comum de acontecer, não é fácil, mas é relativamente comum por conta do mecanismo de luta, que tem essas chaves. Assim que aconteceu a lesão eu a deixei sob os cuidados do doutor Breno e voltei para cuidar do próximo atleta. O doutor Breno que vai determinar quais exames serão feitos agora. Eu só fiz o primeiro atendimento", declarou o médico.

Reportagem de Luiz Portilho Neto, do Meia Hora

Últimas de _legado_Olimpíada