A Palinha do Apolinho: Colômbia joga a vida

Colombianos precisam de pelo menos um empate porque depois receberão o Paraguai e fecharão fora com o Peru

Por O Dia

Rio - O Brasil não tem mais nada a disputar nos três últimos jogos das Eliminatórias da Copa da Rússia. Classificado por antecipação, com o primeiro lugar garantido, resta cumprir a tabela. Nesta terça-feira, enfrentará a Colômbia em Barranquilla, e, na sequência, Bolívia fora e Chile, em São Paulo. Dos três jogos, só um é suave, o da Bolívia, que está fora da brincadeira. Os colombianos precisam de pelo menos um empate porque depois receberão o Paraguai e fecharão fora com o Peru. O perigo para a Seleção está no jogo, e não no resultado. Claro que os três pontos importam para manter a invejável sequência de vitórias sob o comando de Tite, mas é bom considerar a hipótese de jogo pegado, mais quente do que o habitual. O problema nem está nas ações dos colombianos, mas nas nossas reações. Um conflito com expulsões poderia ter consequências desastrosas. Eliminatórias fazem parte da Copa do Mundo e a Fifa costuma pegar pesado com brigões.

EFEITO LUXA

O Grêmio meteu 5 a 0 no Sport pelo Campeonato Brasileiro jogando em ritmo de treino e provocando forte reação de Vanderlei Luxemburgo, que colocou o cargo à disposição da diretoria, anunciando que, ficando, vai passar cerol fininho nos indolentes. Não citou nomes, mas para quem o conhece ficou fácil identificar os alvos. Diego Souza, Oswaldo e Anselmo, entre outros, que tratem de se ligar na missão porque o ‘professor’ anotou as placas de todos os que correram para não chegar.

PEDALADAS

Preocupado com o jogo com o Grêmio pela Libertadores, dia 13, Jair Ventura estuda escalar time misto contra o Flamengo, domingo.

Ingressos caros, jogo às 22h e, mesmo assim, as entradas para o duelo entre Flamengo e Cruzeiro estão esgotadas. Eita torcida danada de boa!

Neymar vai morar numa casa de cinco andares com piscina aquecida no subsolo, distante dez minutos do local de treinos do PSG.

BOLA DENTRO

Flamengo fechou apoio incondicional a Muralha. Se for escalado contra o Cruzeiro, vai jogar cartada decisiva — ou afunda de vez ou se consagra.

BOLA FORA

A Copa é na Rússia, mas a Fifa manda parar o futebol no mundo. Por aqui, a CBF suspende jogos das séries A e B e tenta a liberação das séries C e D.

Últimas de _legado_A palinha do Apolinho