Vasco joga pela vitória contra o Volta Redonda para garantir a classificação

Invicto na temporada, Cruzmaltino quer aproveitar o bom momento para já conseguir sua vaga na próxima fase

Por O Dia

Rio - O Vasco vive a sua lua de mel em 2016. Invicto há cinco meses, melhor campanha do Carioca e bem perto da classificação às semifinais da competição — só precisa de uma vitória —, a equipe comandada por Jorginho saiu satisfeita da sequência mais complicada que teve na temporada — dois clássicos, com Botafogo e Flamengo. Com os quatro pontos obtidos diante dos rivais, o Cruzmaltino mostrou sua força e chegará mais à vontade contra o Volta Redonda, hoje, às 16h, em São Januário.

“No ano passado as coisas não davam certo, até pela pressão que a gente vivia. Hoje, a bola sobra nos nossos pés. Isso tem muito a ver com o que está acontecendo internamente”, afirmou Andrezinho, atribuindo o bom clima entre os jogadores a um dos motivos para a boa fase.

Maestro do Vasco na temporada, Nenê vai liderar a equipe contra o Volta RedondaPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

Para a partida, Jorginho fará duas mudanças. Sem Julio dos Santos e Jorge Henrique, suspensos com o terceiro cartão amarelo, ele vai apostar em Caio Monteiro no ataque e em Bruno Gallo, no meio.

RIASCOS NÃO JOGA

Dguinho fica como opção no banco porque precisa de mais ritmo para aguentar os 90 minutos. Já Riascos, autor do gol de empate contra o Flamengo e artilheiro do time, foi liberado pela comissão técnica para ficar com o filho, que nasceu ontem. O atacante também teria sentido um desconforto muscular após o clássico, segundo o site Globoesporte.com.

“Ninguém consegue trabalhar com onze jogadores. É fundamental olhar para o banco e ver que tenho opções”, destacou Jorginho. Ele espera ver o time com a mesma pegada dos clássicos: “Não conquistamos nada, apenas estamos em um bom caminho. As grandes equipes são as que mantêm a regularidade.”

Escalações:

VASCO: Martin Silva, Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Bruno Gallo, Andrezinho e Nenê; Thalles e Caio Monteiro; Técnico: Jorginho

VOLTA REDONDA: Mota, Luís Gustavo, Luan, Maílson e Cristiano; Vinicius Pacheco, Bruno Barra e Marcelo; Niltinho, Thiago Amaral e Hugo; Técnico: Felipe Surian