Fed sinaliza manutenção da taxa de juros e Ibovespa sobe

A presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, afirmou que o juro deve ser mantido perto de zero nos próximos meses. Dólar cai, cotado a R$ 2,85

Por O Dia

Após abrir volátil, o Ibovespa cravou posição em campo positivo na esteira das bolsas norte-americanas. O otimismo reflete o discurso da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Janet Yellen, que sinalizou a manutenção da taxa de juros nos próximos meses.

Por volta das 13h, o principal índice da Bovespa subia 0,93%, aos 51.759 pontos. À frente dos ganhos, Usiminas PNA subia 4,94%. Na contramão, Suzano PNA recuava 4,53%. Entre as blue chips, Petrobras PN se destacava na ponta positiva ao avançar 3,52%. Os papéis da Vale, por sua vez, recuperavam parte das perdas da véspera ao subir 2,51%.

Na agenda, a prévia oficial da inflação do mês de fevereiro, medida pelo IPCA-15, subiu 1,33% em fevereiro e atingiu o maior patamar para o mês desde 2003. Em janeiro, o indicador havia mostrado alta de 0,89%.

Nos Estados Unidos, em meio ao afastamento da perspectiva de subida de juros nos próximos meses, conforme sinalização de Yellen, as bolsas operam em campo positivo. Por volta das 13h, o Dow Jones valorizava 0,40%.

No mercado de câmbio, o dólar caía 1%, cotado a R$ 2,85 na venda.

Últimas de _legado_Notícia