Passageiro é picado por escorpião dentro de avião

Incidente aconteceu no mesmo domingo em que outro passageiro foi arrancado de um voo

Por O Dia

Rio - Mais um incidente envolvendo passageiros da companhia aérea United Airlines ganhou as redes sociais e ameaça manchar a reputação da empresa. No mesmo dia em que viralizou o vídeo que mostra um homem ser arrancado à força de um avião da empresa, outro passageiro foi mordido por um escorpião num voo entre a cidade americana de Houston, Texas, e Calgary, no Canadá, informou a rede britânica BBC.

"Estava comendo, algo caiu na minha cabeça. Quando peguei, vi que era um escorpião. Peguei-o pelo rabo, para que não me mordesse", contou Richard Bell, que estava viajando com a mulher, Linda. Outro passageiro o avisou que o escorpião poderia ser perigoso. "Coloquei-o sobre a mesinha e quando fui pegá-lo novamente, ele me picou. Quase só pegou minha unha", explicou. Ele atirou o inseto no chão, antes de uma comissária de bordo capturá-lo com uma xícara lançá-lo no vaso sanitário do avião.

O passageiro foi levado para o hospital e recebeu os primeiros socorros. Como compensação, o passageiro recebeu créditos em passagens aéreas. Ele não pretende processar a companhia.

Relembre o outro caso

No mesmo dia, um vídeo que circulou nas redes sociais mostrava um passageiro sendo retirado à força de um avião da mesma companhia, em Chicago, nos Estados Unidos.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, o passageiro estava em um voo da United Airlines que seguia para o Kentucky e foi violentamente arrastado por três agentes de segurança do aeroporto de Chicago. Alguns passageiros da aeronave gravaram o momento.

Em um comunicado, a companhia aérea afirmou que o voo estava lotado e que nenhum passageiro concordou em desistir voluntariamente de seus assentos. Então, a United sorteou quatro deles que sairiam da aeronave, com reembolso do valor da passagem e estadia paga, mas um deles se recusou a sair. A tripulação, então, resolveu chamar a polícia, que botou o homem para fora.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência