Réus do acidente com avião da TAM serão ouvidos amanhã pela Justiça

Acidente ocorreu no dia 17 de julho de 2007, quando uma aeronave da TAM não conseguiu parar na pista

Por O Dia

São Paulo - A Justiça Federal ouve nesta sexta-feira, a partir das 14h30, os três réus acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de serem responsáveis pelo acidente ocorrido com o avião da TAM, em 2007, no Aeroporto de Congonhas, na zona sul paulistana, e que provocou a morte de 199 pessoas. Os depoimentos serão tomados no Fórum Criminal Federal, localizado próximo à Avenida Paulista, em São Paulo.

Respondem ao processo a ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Denise Abreu, o então vice-presidente de operações da TAM, Alberto Farjeman, e o diretor de Segurança de Voo da empresa na época, Marco Aurélio dos Santos de Miranda e Castro. Eles foram denunciados pelo Ministério Público e respondem pelo crime de “atentado contra a segurança de transporte aéreo”, na modalidade culposa.

Acidente ocorreu no dia 17 de julho de 2007%2C quando uma aeronave da TAM%2C que vinha de Porto Alegre%2C não conseguiu parar na pistaReprodução Internet

Como o espaço do local onde os depoimentos serão tomados é pequeno, os familiares das vítimas deverão acompanhar a audiência do lado de fora, com faixas lembrando os mortos e pedindo por justiça.

O acidente ocorreu no dia 17 de julho de 2007, quando uma aeronave da TAM, que vinha de Porto Alegre, não conseguiu parar na pista, chocando-se contra um prédio da própria companhia, localizado próximo ao aeroporto.

Últimas de _legado_Brasil