Sequestrador de Cleveland enfrenta 977 acusações

Americano manteve três jovens em cativeiro durante dez anos

Por O Dia

Washington - Ariel Castro, que manteve três jovens sequestradas nos Estados Unidos durante mais de uma década, foi indiciado nesta sexta-feira por mais algumas centenas de crimes, o que eleva a totalidade de acusações para quase mil, revelou o escritório do promotor do condado de Cuyahoga, em Ohio.

Castro é acusado de manter em cativeiro, durante mais de dez anos em sua casa de Cleveland (Ohio), as jovens Amanda Berry, Gina DeJesus e Michelle Knight, que conseguiram escapar no último mês de maio. O suspeito já havia sido indiciado por 329 acusações, que cobriam o período entre 2 de agosto de 2002 - quando aconteceu o primeiro sequestro, o de Michelle - até 28 de fevereiro de 2007, mas este novo documento abrange todo o período do cativeiro, que terminou no último dia 6 de maio.

Ariel Castro sequestrou três meninas durante dez anosReprodução


O americano enfrentará assim a um total de 977 acusações, entre elas 512 por sequestro, 446 por estupro e sete de abuso sexual. Além disso, está acusado de homicídio agravado por supostamente bater em uma das mulheres até causar-lhe um aborto. Também enfrenta seis acusações por assédio sexual, três por negligência infantil e uma por posse de ferramentas delitivas. "A acusação de hoje nos aproxima da resolução deste horrível caso", disse o promotor do condado de Cuyahoga, Tim McGinty, em comunicado. "Nossa investigação continua, da mesma forma que nossa preparação para o julgamento". Castro será indiciado pelas novas acusações no dia 17 de julho, mas em meados de junho já havia se declarado inocente de sequestro e estupro.

De acordo com o escritório do promotor, o Estado ainda pode acrescentar especificações para solicitar a pena de morte em outra acusação formal. No início desta semana, as três sobreviventes publicaram um vídeo no qual agradeceram o apoio recebido e o respeito a sua privacidade. A notícia que tinham encontrado as mulheres com vida comoveu a região de Cleveland, onde duas das vítimas eram muito conhecidas após anos de busca.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência