Whatsapp é comprado pelo Facebook por 16 bilhões de dólares

Criadores do serviço de mensagens receberão 4 bilhões de dólares em dinheiro e o resto em ações da rede social

Por O Dia

Rio - A rede social Facebook anunciou nesta quarta-feira a compra do serviço de mensagens instantâneas Whatsapp por cerca de 16 bilhões de dólares, cerca de R$ 38 bilhões, em dinheiro e ações.

O Facebook disse que pagará 4 bilhões de dólares em dinheiro e cerca de 12 bilhões de dólares em ações.

A rede social afirmou que o co-fundador do Whatsapp e presidente-executivo, Jan Koum, vai se unir ao Conselho de Administração do Facebook.

O WhatsApp está perto de alcançar 1 bilhão de usuários em todo mundo, que pagam uma tarifa irrisória por ano para usar o serviço após um período de teste gratuito. 

O anúncio foi feito pelo fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, em seu perfil. No texto, o fundador e CEO do Facebook destaca que WhatsApp e o Facebook Messenger (serviço de chat do Facebook) são diferentes mas igualmente importantes e que ambos continuarão a receber investimentos.

Em 2012 o Facebook adquiriu o Instagram, mas desde então não conseguiu torná-lo um negócio lucrativo.

O post de Mark Zuckerberg diz o seguinte:

"Estou feliz em anunciar que fechamos acordo de aquisição do WhatsApp e que toda a equipe vai se juntar a nós no Facebook

Nossa missão é tornar o mundo cada vez mais aberto e conectado. Buscamos esse objetivo criando serviços que ajudem as pessoas a compartilhar todo tipo de conteúdo com qualquer grupo que desejem. WhatsApp vai nos ajudar nessa tarefa continuando a desenvolver um serviço que pessoas do mundo todo adoram usar diariamente.

WhatsApp é um sistema de mensagens simples, rápido e confiável, usado por cerca de 450 milhões de pessoas em todas as principais plataformas móveis. Mais de 1 milhão de pessoas se cadastram diariamente no WhatsApp e está a caminho de conectar um bilhão de pessoas. Mais e mais pessoas confiam no WhatsApp para se comunicar com seus contatos todos os dias.

WhatsApp continuará a operar independente do Facebook. Os planos de longo prazo continuarão os mesmos e a equipe ficará em Mountain View (sede do Facebook). Nos próximos anos, vamos trabalhar duro para ajudar o WhatsApp a crescer e conectar o mundo inteiro. Também esperamos que o WhatsApp contribuirá para nossos esforços no forinternet.org, nossa parceria para levar serviços de internet a preços acessíveis a todos.

WhatsApp vai complementar nosso serviço de chat e mensagens já existente, fornecendo novas ferramentas para nossos usuários. Facebook Messenger é amplamente usado para chats para amigos no Facebook, e WhatsApp para comunicação com os contatos e pequenos grupos. Como WhatsApp e Messenger oferecem serviços tão diferentes quanto importantes, continuaremos a investir em ambos, para que continuem a ser dois grandes produtos para todos.

WhatsApp teve todas as opções do mundo, por isso fico eufórico que tenham escolhido trabalhar conosco. Fico imaginando o que Facebook e WhatsApp podem fazer juntos, e como criar novos serviços que ofereçam ainda mais possibilidades de comunicação.

Conheço Jan (Jan Koum, cofundador do WhatsApp e CEO da empresa ) há muito tempo e sei que compartilhamos a visão de tornar o mundo mais aberto e conectado. Estou particularmente feliz por ele ter concordado em se unir à diretoria do Facebook e me ajudar a construir o futuro do Facebook e do WhatsApp.

Jan e a equipe do Facebook realizaram um trabalho espetacular que conecta quase meio bilhão de pessoas. Mal posso esperar para que se juntem ao Facebook e nos ajudem a conectar o resto do mundo."

Últimas de _legado_Mundo e Ciência